jason.gonzalez_1470931546_Plummer Oly

A carta de aposentadoria de David Plummer

16 de janeiro de 2017

AposentadoriasNenhum comentário em A carta de aposentadoria de David Plummer

O norte-americano David Plummer anunciou sua aposentadoria da natação através de uma carta publicada na SwimSwam.

Plummer chegou a sua primeira Olimpíada no Rio-2016, aos 30 anos de idade. Quatro anos antes, em 2012, havia ficado em terceiro lugar na seletiva americana por 12 centésimos, ficando sem vaga para os Jogos. Oito anos antes, em 2008, terminou em sétimo na seletiva, também sem vaga. A briga pelas vagas do costas nos EUA é uma das mais fortes e difíceis do mundo. Não por acaso, o país domina o 100 costas em Olimpíadas há anos: o país conquistou o ouro da prova em todas as seis edições dos Jogos desde Atlanta-1996.

A carta é linda de morrer.

Abaixo, uma tradução livre. Para ler o texto em inglês, clique aqui.

“Eu não entro na água desde o Rio, então isso já é verdade há um tempo, mas agora estou falando em voz alta e admitindo para mim mesmo. Estou me aposentando. Eu parei de nadar.

Essa decisão foi difícil. Eu me defino como nadador desde os 5 anos, mas aconteceu o seguinte: eu não quero mais isso. Eu quis nadar mais rápido mais do que quis respirar a maior parte da minha vida. Não quero mais isso.

Nunca vou parar de amar natação e sei que vou sentir falta de competir. Nosso esporte é um dos mais desafiadores do mundo, mas como dizem, “o difícil é o que faz dele grandioso”.

Quando você compete está completamente sozinho, mas ninguém se prepara sozinho. Com isso em mente eu devo agradecer algumas pessoas. Não vou conseguir agradecer todos meus amigos, familiares e fãs que me apoiaram ao longo da minha carreira, mas preciso mencionar algumas pessoas, principalmente minha mãe e minha esposa.

Minha mãe é uma das mulheres mais fortes que eu conheço. Quando nossa família estava uma bagunça ela se refez e fez tudo que pode por meus irmãos e por mim. Eu nunca vou conseguir agradecê-la o suficiente. Tudo que posso fazer é tentar ser tão forte quando ela.

Minha esposa é verdadeiramente minha melhor metade. É sério, ela é melhor que eu em tudo. Antes de se aposentar, ela podia inclusive ganhar de mim em algumas séries. Ela também é uma médica, mãe e amiga incrível. Ela dá sua vida a serviço dos bebês mais em risco da cidade. Ela dá a esses bebês uma chance de uma vida saudável e um conforto necessário a suas famílias. Eu mal consigo acreditar o quão sortudo sou por tê-la em minha vida.

Eu gostaria de agradecer todos os competidores que tive ao longo dos anos. Eu fui ensinado quando jovem que você sempre deve competir contra pessoas que são melhores que você para se aprimorar no processo. Como um nadador de costas dos EUA, nunca faltaram pessoas mais rápidas que eu. Eu pude competir com caras como Ryan Murphy e Aaron Peirsol (e a lista continua). Eu também pude competir contra um cara chamado Matt Greevers. Ele é um cara que vai assombrar seus sonhos. Eu tive pesadelos dele ganhando de mim na chegada de provas. Mais importante do que isso, tive a chance de conhecê-lo e aprender com ele. Ele é um competidor feroz e um homem gracioso. Eu tenho orgulho de ter tido a chance de estar na raia ao lado dele, lutando por essa chegada.

Também quero agradecer a todos os meus colegas de treino e treinadores ao longo dos anos. Nem sempre fui o cara mais fácil de lidar, mas sem a ajuda de vocês eu nunca conseguiria a chance de atingir meu sonho.

Muitas pessoas me disseram que se inspiraram pela minha perseverança depois das Olimpíadas. Eu sempre pensei que eu era simplesmente uma pessoa que aprendia devagar. Honestamente, eu nunca consegui um jeito de parar quando ainda tinha mais para atingir, mais para provar a mim mesmo. Eu fico honrado de parar como um membro do time olímpico dos EUA. Pude ser um membro do time olímpico de natação dos EUA e tenho orgulho de como competimos. O melhor time do mundo.

Para a próxima geração que aspira estar nesse time, eu gostaria de dizer isso: não faça isso pelos outros e se você consegue imaginar uma vida mais feliz fora da natação, também não faça isso de jeito nenhum. Mas se você precisa fazer isso – quero dizer, se lá dentro você não consegue se enxergar fazendo nenhuma outra coisa – então faça de todo coração. Porque embora a natação vá partir seu coração em algum momento, competir é algo realmente grandioso. Isso vai revelar do que você é feito e vale o tempo e esforço.

Obrigada por tolerar minha longa divagação e obrigada por seguir comigo. Eu realmente amo todos vocês.

Sinceramente,

David Plummer”

David+Plummer+Swimming+Olympics+Day+3+yTCBKLe9hgyl

David+Plummer+Swimming+Olympics+Day+3+JxRUV2ViLkjl

david-plummer-

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »