Henrique Rodrigues pendura as sungas

27 de novembro de 2018

AposentadoriasNenhum comentário em Henrique Rodrigues pendura as sungas

Nesse final de semana, durante o Campeonato Paulista de Verão Junior e Sênior, o semifinalista olímpico Henrique Rodrigues se despediu das piscinas.

Henrique teve como auge de sua carreira o ano de 2015, quando foi campeão pan-americano em Toronto com sua melhor marca da vida: 1’57”06 nos 200 medley, que foi de longe sua principal prova.

Nessa mesma prova, foi finalista do Mundial de Longa em Kazan, ainda em 2015, e bateu na porta de uma final olímpica tanto na edição de 2012, quando na edição de 2016, nessa terminando em nono lugar.

Ele foi um nadador bastante versátil e que se destacou desde as categorias de base. Foi o único nadador no Brasil que conseguiu dar trabalho na prova para Thiago Pereira, vencendo por diversas vezes. Vê-los nadando a prova era sempre muito emocionante e disputado.

No começo de 2017, Henrique foi suspenso por doping por 12 meses pela substância Clostebol. O caso é bastante parecido com de Maurren Maggi em 2003. Ambos argumentaram ser culpa de uma pomada.

Sua primeira competição após suspensão foi o Maria Lenk, que foi seletiva para o Pan Pacific. Esteve na final dos 200 medley, terminando em oitavo com 2’03”27.

Decidiu nadar o paulista para se despedir das piscinas e optou pela prova dos 50 livre, já que não estava treinando.


View this post on Instagram

Quando foi a última vez que vc fez uma coisa pela última vez? Essa é a pergunta que eu tenho feito esses últimos dias. Hoje irei competir no paulista de natação e será minha última queda na água como atleta profissional. Não gosto muito de despedidas por isso não vou deixar esse texto imenso. Apenas quero agradecer às pessoas que me ajudaram ao longo dessa minha jornada como atleta, primeiramente minha família, minha mãe cuidadosa e meu falecido pai herói que estiveram comigo sempre, minha esposa amável que sempre apoiou e esteve presente nessa reta final, aos amigos, que não são muitos mas são os melhores que eu podia querer, aos mestres treinadores que investiram suas preciosas horas quebrando a cabeça pra fazer um treino que me levasse ao limite e todos os outros profissionais que estiveram comigo! Sintam-se abraçados! No mais é isso, agora é hora de seguir adiante , ‘viver o mundo real’ e guardar as boas memórias que esse esporte maravilhoso me proporcionou. Deixo também uma mensagem aos que seguem firmes nesse esporte, que é ‘Se você ainda não tem alguma coisa, não é pq você não é capaz, mas sim pq você ainda não tem o conhecimento suficiente para chegar lá, pois quando você obtiver esse conhecimento, certamente conquistará ainda mais!’ Forte abraço do Dentão! #swimming

A post shared by Henrique (@henriquerodrigues91) on

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »