Open – Dia 2

18 de dezembro de 2014

Torneio Open 2014Nenhum comentário em Open – Dia 2

Etapa fortíssima do Open na piscina do Botafogo. Já são 10 índices para o Mundial de Kazan, sendo seis em provas olímpicas, três deles no feminino! Ótimos tempos também no revezamento 4×50 livre.

A competição começou com o melhor 200 livre feminino nadado no Brasil em muitos anos. Larissa Oliveira liderou desde a saída, passou forte (58”8) e conseguiu pela primeira vez quebrar a barreira do 2’00. Com 1’59”73, ela se disse feliz, mas não satisfeita, porque queria o recorde sul-americano. A recordista, Manuella Lyrio, também foi bem e nadou para 1’59”99, superando o 2’00 pela primeira vez desde o Mundial de Barcelona. Jessica Cavalheiro fez seu melhor tempo da vida com 2’00”14. Destaque ainda para Gabrielle Roncatto, que fez 2’02”16, e Bruna Primati, nadando para 2’02”52! A briga por esse revezamento vai ser boa.

Foto: Satiro Sodré/SSPress

Foto: Satiro Sodré/SSPress

No masculino, João de Lucca piorou um pouco o tempo da manhã, mas ficou com o titulo com 1’48”84. Quem mais ameaçou a vitória e nadou muito bem foi Luiz Altamir, prata com 1’49”16. João Veras Amorim, que de manhã nadou pela primeira vez na vida para 1’49, ficou em terceiro com 1’50”26.

Foto: Satiro Sodré/SSPress

Foto: Satiro Sodré/SSPress

No 200 costas feminino, vitória de Thalandra Borges em sua última competição. Ela se emocionou na entrevista após a prova falando da despedida após 10 anos de Corinthians. Thalandra fez 2’17”60, seguida de Marina Nascimento com 2’18”18 e Isabela Vicente com 2’21”15.

Na prova masculina, Leo de Deus passou forte e em ritmo de quebra de recorde, mas cansou no final, ficando com o ouro (1’58”53) mas sem índice. Fabio Santi foi prata, com 2’01”34, e Nathan Bighetti bronze, com 2’02”30, novamente abaixo do índice para o Mundial Junior.

Depois de Daiene Dias de manhã, a tarde foi a vez de Daynara de Paula nadar abaixo do índice para Kazan no 100 borboleta, em uma prova bem forte para 58”36. Daiene Dias piorou em relação ao tempo da manhã e fez 59”33, seguida de Dandara Antonio com 59”63.

Foto: Satiro Sodré/SSPress

Foto: Satiro Sodré/SSPress

No masculino, Thiago Pereira passou em quinto mas voltou muito bem, fazendo sue primeiro índice para Kazan, 52”27. No segundo lugar, empate de Lucas Salatta e Nicholas Santos com 52”85, ambos fazendo o melhor tempo da vida.

Joanna Maranhão deu um show no 400 medley, melhorando ainda mais a marca da manhã. Depois de 4’41”99 da manhã, Joanna nadou para 4’41”00, com os parciais de peito e crawl mais fortes. Após a prova, ela comentou que costumava nadar pior a tarde quando fazia o índice pela manhã, mas dessa vez pensou que “se quiser ser finalista olímpica, precisa nadar dois 400 medley no pau no mesmo dia”. Um belo retorno de uma das melhores atletas da história do Brasil. Gabrielle Roncatto foi segunda com 4’51”40, seguida de Nathalia Almeida, 4’52”97.

No 400 medley masculino, prova muito forte de Brandonn Pierry. Ele começou atrás de Thiago Simon mas teve um parcial fortíssimo de costas (1’02), assumindo a liderança. Com 4’17”48, ele melhorou 3 segundos e ficou perto do índice para Kazan, fazendo também o índice para o Mundial Júnior. Simon acabou desclassificado, e o segundo lugar ficou com Lucas Oliveira (4’27 04) e o bronze com Icaro Pereira (4’27”27).

Captura de Tela 2014-12-18 às 18.37.20

 

Para fechar, o revezamento 4×50 livre teve Cesar Cielo abrindo para 21”60 e Lorrane Ferreira para 25”20, abaixo do índice para o Mundial de Kazan (o índice só vale se ela não nadar a prova individual do 50 livre).

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »