O melhor do quinto dia de Finkel | Yes Swim
Matheus Santana.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 19 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

O melhor do quinto dia de Finkel

20 de agosto de 2015

Troféu José Finkel 20151 comentário em O melhor do quinto dia de Finkel

5- Pedro Cardona
Durante a final A do 100 peito masculino, Pedro Cardona ficou para trás já no primeiro parcial, e terminou a prova em oitavo, mais de 10 segundos atrás dos demais, com 1’13. Ele teve uma lesão durante a prova e mesmo assim nadou até o final, completando os 100 metros sentindo muita dor e conseguindo os pontos para seu clube. Depois da prova, Cardona foi atendido e dava para ver o quanto estava sentindo dor. Ter terminado a prova foi uma atitude honrosa e digna de um atleta de verdade.

Pedro Cardona. Campeonato Mundial Junior de Natacao, no Hamdan Sports Complex. 30 de agosto de 2013, Dubai/EAU. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Pedro Cardona. Campeonato Mundial Junior de Natacao, no Hamdan Sports Complex. 30 de agosto de 2013, Dubai/EAU. Foto: Satiro Sodre/SSPress

4- Os retornos
A obsessão pelos índices e por quem está nos primeiros lugares às vezes ofusca as vitórias individuais que muitas vezes moldam o caminho para um resultado expressivo lá na frente. Luis Rogério Arapiraca, durante nosso PERISCOPE realizado ao final da competição, disse que tinha ficado chateado de ficar fora do pódio do Maria Lenk nas provas de fundo, depois de muitos anos ganhando medalha. Hoje ele comemorou a prata no 800 livre e disse que o foco total está na seletiva olímpica para o 1500.

Giovanna Diamante teve começo de 2014 incrível, vencendo o Maria Lenk e se classificando para as Olimpíadas da Juventude, onde subiu ao pódio no revezamento misto. Desde então, a nadadora do SESI não conseguiu repetir os resultados e foi até poupada no Open. Ficamos muito felizes de ver sua evolução ao longo de toda temporada, agora voltando ao pódio da prova e nadando para 2’15.

Hoje conquistei a medalha de bronze nos 200 borboleta, obrigada a todos pela torcida! #finkel2015 #gosesi

A photo posted by Giovanna Diamante (@gigidiamante) on

E também foi ótimo ver Lucas Salatta nadando para 1’58”29, se aproximando do índice olímpico da prova. Olímpico em 2004 e 2008, Salatta tem plenas condições de chegar ao índice do 100 e 200 borboleta – mas não vai ser fácil e tem muita gente buscando essa vaga em 2016.

3- A consistência de Jhennifer Conceição
Jhennifer Conceição fez uma boa participação no PAN, melhorando seu tempo, nadando pela primeira vez para 1’08 e entrando na final da prova. No Mundial, não foi bem na prova mas se recuperou no 50 peito, onde ficou próxima da semifinal e fez seu melhor tempo. Depois das duas competições, sua estreia na seleção absoluta, Jhennifer ganhou o Finkel nadando para 1’09”09. Perdeu apenas da australiana Taylor McKeown mas venceu Julia Sebastian. Um grande ano até agora para a atleta do Flamengo, que passa a ser a nadadora a ser batida no 100 peito no Brasil.

Jhennifer Conceicao.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 20 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

Jhennifer Conceicao.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 20 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

2- Os parciais do revezamento
Com os dois revezamentos 4×100 livre do Brasil classificados para as Olimpíadas do Rio-2016, a briga pelas 4 vagas da seleção fica ainda mais concreta. No masculino, eu não duvido nada de que um 48”5 possa ficar de fora do revezamento. Hoje tivemos Marcelo Chierighini abrindo para 48”53 e Henrique Martins para 48”92, Bruno Fratus fechando para 48”11 e Matheus Santana para 47”82.

No feminino, que volta às Olimpíadas depois de ficar fora em Londres, tivemos três nadadoras para baixo de 55”: Larissa Oliveira com 54”80, Daynara de Paula com 54”85 e Daiane Becker com 54”58, além de Manuella Lyrio abrindo para 55”72. Ainda tem Etiene Medeiros, Gracielle Herrmann, Alessandra Marchioro… talvez 54” na prova individual também não garanta vaga. As disputas prometem, e quem ganha é a natação brasileira.

Pinheiros.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 20 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

Pinheiros.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 20 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

1- O pódio do 100 peito masculino
Não é novidade para quem acompanha natação que o peito masculino do país evoluiu muito nos últimos anos e é uma das provas mais disputadas do país. A prova de hoje foi mais uma prova disso, com os três primeiros nadadores abaixo do recorde de campeonato e do índice olímpico da prova (1’00”57). Felipe França venceu com 1’00”15, João Junior foi prata com 1’00”27 (seu melhor tempo da vida) e Felipe Lima 1’00”41. Essa decisão vai ficar para o Maria Lenk e não duvido que tenhamos três nadadores para 59”.

Felipe Franca.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 20 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

Felipe Franca.Trofeu Jose Finkel de natacao no Clube Pinheitos, 20 de Agosto de 2015, Sao Paulo, SP, Brasil. Foto: Vitor Silva / SSPress.

Posts relacionados

Um comentário em "O melhor do quinto dia de Finkel"

  1. Coach Alex Pussieldi disse:

    Apenas um detalhe de que quando o atleta não faz o índice de participação, ele não marca pontos. Foi louvável o esforço do Pedro Cardona, mas o ECP não ganhou seus pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »