TML 2014 – Finais Dia 4

24 de abril de 2014

Troféu Maria Lenk 2014Nenhum comentário em TML 2014 – Finais Dia 4

No 200 borboleta masculino, Leo de Deus ganhou, fez índice, mas não gostou. O nadador do Corinthians nadou para 1’56”21 e disse que esperava fazer 1’55” baixo. Em segundo, Luiz Altamir Melo, do Flamengo, nadou para 1’59”27. Matheus Isidro marcou 2’00”14 e foi bronze.

Foto: Satiro Sodré, SSPress

Foto: Satiro Sodré, SSPress

No feminino, nova vitória do Corinthians, com Katinka Hosszu, e novo tempo abaixo do recorde sul-americano, 2’08”22, somando os pontos que precisava. Entre as brasileiras, disputa intensa com as tres primeiras nadadoras na casa de 2’15. Giovanna  Diamante, que quase ficou fora da final A (detalhe: a nona colocada foi Carolina Diamante, sua irmã mais nova), segurou mesmo cansando no final e nadou para 2’15”63, seguida de Gabriela (2’15”81) e Manuella (2’15”86).

Em uma das provas mais aguardadas da etapa, Felipe França levou a melhor e voltou a nadar para baixo de 1’00. Com 59”91 ele foi o melhor entre os três atletas com índice para o Pan Pacific para a prova. João Gomes Junior foi prata com 1’00”40, melhorando ainda mais a marca da manhã, e Raphael Rodrigues foi bronze, 1’00”69. Felipe Lima, medalhaste mundial em Barcelona na prova, foi quarto (1’00”90). Já estou imaginando como será a disputa por essas duas vagas para 2016.

Foto: Satiro Sodré, SSPress

Foto: Satiro Sodré, SSPress

Na versão feminina, nova vitória de Julia Sebastian, nadando para 1’09”17. Pamela Alencar levou com seu melhor tempo da vida, 1’10”40. Beatriz Travalon fez 1’10”94 e Juliana Marin foi a terceira melhor brasileira, para 1’10”98.

No 50 costas, Guilherme Guido levou com 25”41, tempo abaixo do índice para o Pan Pac – ele na verdade já tinha índice, com o 24”95 que fez no Open do ano passado. Fabio Santi nadou para 25”47 e foi prata, enquanto Leonardo Guedes, o único atleta do Nikita na competição, foi bronze, 25”60.

Na prova feminina, Etiene Medeiros levou mais uma vez, e novamente nadando abaixo do índice, 28”41, 10 centésimos pior que de manhã. Natalia de Luccas foi prata, 29”21, e Natalia Diniz bronze, 29”47, com homenagem para o namorado Leonardo Coutinho no pódio.

Para fechar o dia, Miguel Valente confirmou que é o fundista da competição e levou o 800 livre com boa vantagem. O tempo de 8’01”41 é o melhor do Brasil desde 2012. O que podemos esperar dele no 400 livre? Vai ser interessante ver a disputa com Leo de Deus, que nadou bem a prova no ano passado. O Minas fez pódio completo na prova, com Juan Pereyra em segundo (8’05”36) e Marco Ferrari em terceiro (8’06”17).

Foto: Satiro Sodré, SSPress

Foto: Satiro Sodré, SSPress

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »