TML 2014 – Finais Dia 5

TML 2014 – Finais Dia 5

25 de abril de 2014

Troféu Maria Lenk 2014Nenhum comentário em TML 2014 – Finais Dia 5

Na primeira prova do dia, Katinka Hosszu não teve dificuldade para vencer e voltou a nadar abaixo do recorde sul-americano de 200 medley. A húngara fez 2’10”60, um pouco melhor do que pela manhã. O segundo lugar também ficou com uma estrangeira, Florencia Perotti, com 2’18”37. Mas foi por muito pouco: Nathalia Almeida fez 2’18”39, sua melhor marca da vida, e levou o título nacional. Gabriele Roncato chegou a sua primeira medalha de Maria Lenk, com 2’18”84, e o bronze foi para Julia Volkman, 2’20”13.

Captura de Tela 2014-04-25 às 21.27.02

Na versão masculina, Thiago Pereira disse que nem sabia se ia nadar, mas nadou e bem. Com 1’57”98 ele fez o sétimo melhor tempo do mundo esse ano e, como disse “ainda bem que não deu 1’58”00 porque eu odeio fazer 00″. Na segunda colocação, Thiago Simon comprovou a grande fase e nadou para 2’00”37. Gabriel Ogawa em uma bela disputa com Lucas Salatta ficou em terceiro, com 2’02”50, em uma das provas mais comemoradas pelo Pinheiros até agora.

Captura de Tela 2014-04-25 às 21.31.41

Jeanette Ottensen confirmou o favoritismo na prova em que é campeã mundial e nadou para 25”41 no 50 borboleta, o melhor tempo do mundo este ano. Inge Dekker foi prata com 25”93. Daynara de Paula foi a melhor brasileira com 26”64, novamente abaixo do índice para o Pan Pacific, e Daniele Paoli ficou muito  perto, com 26”89. Bruna Rocha completou o pódio com 27”49.

Captura de Tela 2014-04-25 às 21.28.03

No 50 borboleta masculino, mais uma boa prova de Cielo. Ele levou com 23”01, também o melhor tempo do mundo este ano e mais de um segundo melhor do que Phelps fez hoje de manhã nadando a prova em Mesa (24”06). Nicholas Santos foi prata com índice, 23”23, e Marcelo Chierighini, 23”95.

As duas provas de 400 livre foram muito fortes. Carolina Bilich, que não tinha nadado tão bem as outras provas, colocou um ritmo muito forte desde o começo e liderou a prova inteira. Com parciais de 1’00”7, 2’05, 3’10, ela fez 4’13”93, seu melhor tempo da vida. Ela comentou após a prova que está treinando para o 400 agora e que queria bater o recorde brasileiro da prova, que pertence a sua companheira de treino Manuella Lyrio. Ela foi prata, com 4’16”55, enquanto o bronze foi para Poliana Okimoto com 4’18”52.

No masculino, Leo de Deus levou e dessa vez gostou. Na disputa com Miguel Valente, que levou as outras provas de fundo, Leo levou a melhor com 3’50”90, novo recorde brasileiro, batendo a marca que pertencia desde 2007 a Armando Negreiros. Miguel foi prata com 3’51”36, e o bronze foi para Giuliano Rocco com 3’54”55. 

Nos revezamentos 4×100 livre, vitória do Corinthians no feminino e do Pinheiros no masculino. Destaque para o tempo de Matheus Santana abrindo o revezamento da Unisanta, 49”02 (a equipe acabou em terceiro lugar) e, no feminino, a primeira prova “aprovada” pelo técnico e marido de Katinka Hosszu, que abriu para 54”43.

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »