Maria Lenk 2019 – Dia 3

19 de abril de 2019

Troféu Maria Lenk 2019Nenhum comentário em Maria Lenk 2019 – Dia 3

400 medley feminino

Prova com muitas estrangeiras, que terminaram nas quatro primeiras posições da prova. A italiana Ilaria Cusinato, vice campeã europeia do 200 e 400 medley, venceu sem dificuldades: 4’40”57, 6 segundos acima de sua melhor marca. Barbara Zavadova ficou em segundo (4’43”27) e Florência Perotti foi terceira (4’44”68).

Entre as brasileiras, disputa intensa entre as jovens Fernanda Goeij e Maria Eduarda Sumida, com vitória da atleta do Curitibano por apenas 10 centésimos: 4’51”10 e 4’51”20. Gabrielle Roncatto foi a terceira brasileira com 4’53”59.

400 medley masculino 

Brandonn Almeida assumiu a liderança a partir do nado costas e não teve dificuldade em vencer novamente sua principal prova, em que foi medalhista de bronze no último Mundial de piscina curta. Brandonn fez 4’13”69, sétimo melhor tempo do mundo este ano.

Parciais: 58”12 – 1’03”71 (costas) – 1’12”92 (peito) – 58”94 (crawl)

Trofeu Maria Lenk de Natacao. Parque Aquatica Maria Lenk. 18 de abril de 2019, Rio de Janeiro, RJ Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA.

100 livre feminino

Com vitória absoluta de uma das principais referências mundiais da prova atualmente, Mallory levou o ouro com 53”33. A melhor brasileira foi Etiene Medeiros com 54”48, seguida de perto por Larissa Oliveira com 55”18. A soma das 4 primeiras brasileiras não foi suficiente para classificar o revezamento para o Mundial, ficando um pouco mais de um segundo dos 3’38”24 exigidos pela CBDA.

100 livre masculino

Excelente tempo de Marcelo Chierighini, que com sua melhor marca pessoal, faz também o terceiro melhor tempo do mundo esse ano, atrás do campeão olímpico Kylie Chalmers com 47”48 e do russo Vladislav Grinev com 47”43.

A soma dos 4 primeiros colocados, todos do Pinheiros e atletas do Albertinho, de 3’12” 66 garante Marcelo, Breno, Spajari e Gabriel para o revezamento, onde Breno e Marcelo conquistam a vaga da prova individual.

1500 livre feminino

A vencedora da prova, como esperado foi a argentina Delfina Pignatiello, que nadou abaixo do recorde brasileiro para 16’15”20. A melhor brasileira foi Viviane Jungblut, 15 segundos atrás para 16’30”00, mas ainda 8 segundos a frente de Ana Marcela Cunha, segunda brasileira.

Veja resultados completos da prova.

4×200 livre

A equipe masculina do Pinheiros, com Luiz Altamir, Felipe Ribeiro, Leonardo Santos e Breno Correa, bateram o recorde de campeonato e ficaram a apenas 10 centésimos do recorde sul-americano feito há exatos 10 anos, na era do traje, somando 7’09”81.

No feminino, Minas foi campeão com Maria Paula Heitmann, Mallory Comerford, Camila Mello e Aline Rodrigues.

Veja resultados completos da prova masculina.

Veja resultados completos da prova feminina.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »