phelps bravo

13 imagens da natação que poderíamos esquecer

6 de setembro de 2015

Curiosidades1 comentário em 13 imagens da natação que poderíamos esquecer

(Mas que a Yes Swim fez o favor de te lembrar…)

13- A má fase de Grant Hackett

Nas piscinas não houve má fase. Mas após sua aposentadoria, Grant Hackett apareceu na mídia mais do que gostaria. O australiano virou manchete em diversas polêmicas, que envolviam principalmente alcoolismo, depressão e discussões com a esposa. Culminou em fotos divulgadas de seu apartamento de cabeça para baixo após uma suposta briga com sua mulher, em que estava sob efeito de Stilnox e afetou até a seleção australiana.

grant hackett apartamento

12- Ucraniana que apanhou do pai

Era para ser uma desavença familiar, mas acabou ganhando o mundo com as imagens divulgadas no Mundial de Natação em Melbourne. O treinador Mikhayl Zubkov foi filmado brigando fisicamente com sua filha nadadora Kateryna Zubkova na área de balizamento. A agressão teria sido motivada por um relacionamento amoroso de Kateryna que não teria a aprovação do pai. Mikhayl teve inclusive que se apresentar a justiça australiana, mas o caso não foi adiante pois sua filha recusou a prestar queixa.

ucraniana apanhando

 

11- Poliana e a hipotermia em Londres

Para nós brasileiros, uma cena que não esquecemos. A brasileira, que tinha plenas condições de disputar por uma medalha, teve que abandonar a prova no meio após início de hipotermia. Poderíamos esquecer a agonia que foi assisti-la saindo carregada e na expectativa se estava tudo bem. No ano seguinte, Poliana deu a volta por cima e saiu com três medalhas no Mundial de Barcelona, com ouro na prova olímpica dos 10km.

poliana okimoto maca londres

 

10- A travada de Rebecca Soni

Que dor. Uma das travadas mais históricas da natação mundial foi os 200 peito de Rebecca Soni no Mundial de Roma em 2009. Travadas como essa já não são muito vistas em competições de nível internacional, mas em um ano com traje de borracha foi ainda mais raro. Mas a americana passou tão forte os primeiros 100 metros, com uma frequência tão alta, que não teve borracha que segurou o final de prova. Assista e entenda:


9- O bumbum de Ricky Berens

No mesmo Mundial, quem também teve um momento a ser esquecido foi o então namorado de Soni, Ricky Berens. O americano não foi o único que passou por essa delicada situação em 2009, na época dos trajes de borracha, mas com certeza foi o bumbum mais comentado. Ter seu traje rasgado na véspera ou até mesmo durante a prova foi um risco que todos nadadores correram. Alguns não tiveram muita sorte.

Ricky Berens ...EDITORS NOTE NUDITY - Ricky Berens of the United States dives into the pool wearing a bodysuit that split just before starting his leg in a Men's 4x100M Relay, at the FINA Swimming World Championships in Rome, Sunday, July 26, 2009. (AP Photo/Michael Sohn)




8- O doping de Cielo & Cia

Em 2011, Cesar Cielo, Vinicius Waked, Henrique Barbosa e Nicholas Santos foram pegos no doping com a substância Furosemida, que por si só não ajuda em rendimento, mas mascara outras substâncias. Com ajuda da CBDA, os quatro provaram junto ao CAS na Suíça terem sido vítimas de contaminação não intencional de uma farmácia de manipulação. Eles não tiveram punição, apenas uma advertência, com exceção de Waked que era reincidente.

CAMPEONATO MUNDIAL DE ESPORTES AQUÁTICOS/NATAÇÃO

 

7- A golfinhada de Kitajima

Era quase um clássico. Em uma época onde ainda não se podia golfinhar na filipina do peito, Kitajima não só o fazia, como tinha como marca registrada. Todos sabiam, mas ninguém conseguia flagrar. Aliás, por causa dele que a FINA decidiu permitir uma golfinhada por filipina. Só que Cameron van der Burgh não ficou muito satisfeito com apenas uma…

kitajima golfinhada

 

6- Australianos e o Stilnox

Nas Olimpíadas de Londres, os australianos tiveram um desempenho bem abaixo do esperado, principalmente o revezamento masculino, que era franco favorito e sequer subiu ao pódio. Após o evento, em busca de uma resposta, veio à tona a farra causada na aclimatação pré-olímpica, onde os integrantes do revezamento tomaram o remédio Stilnox misturado com energéticos e cafeína e tumultuaram, abalando a união da equipe na competição.

 

stilnox australia

5- O doping de Rebeca

Uma história até hoje um pouco obscura, Rebeca Gusmão antes mesmo de ter seu teste positivo comprovado já era alvo de suspeitas pela forma física que tinha adquirido. Isso culminou em 2007, quando venceu as provas de 50 e 100 livre no Panamericano. Foi altamente criticada, principalmente pelos americanos. Em seguida, testou positivo para esteróides pela primeira vez, tendo que devolver suas medalhas.


rebeca gusmao doping

4- Manaudou pelada

Essa história ficou mais pra novela mexicana, em que teve ainda Pellegrini como uma das protagonistas. Em um trai e distrai envolvendo Laure Manaudou, Federica Pellegrini, Luca Marin e Filippo Magnini, quem se ferrou mesmo foi Manaudou que teve suas fotos íntimas divulgadas na internet pelo ex-namorado Marin, que a traiu com Pellegrini, que depois o traiu com Magnini…

manaudou pelada




3- Alemanha Oriental com doping generalizado

Mais um doping que jamais será esquecido foi o escândalo das alemãs orientais que nas Olimpíadas de 76 destruíram os recordes mundiais. Na época, o governo alemão as forçavam tomar substâncias ilícitas para melhora de performance, encoberto por políticos e entidades esportivas. Foi o primeiro caso de doping sistemático, revelado anos mais tarde. As alemãs inclusive processaram o governo e sofrem sequelas dos anabolizantes até hoje.

doping geral alemanha ocidental

 

2- O Phelps humano

Após 8 ouros olímpicos, da forma espetacular como foi, Michael Phelps saiu como herói de Pequim em 2008. Com razão. E com uma campanha inédita e inacreditável como aquela, o americano comemorou, e muito. Só que de herói, não esperamos atitudes de humano. Humano erra, herói não. O fato é que Phelps, em uma de suas festas, foi fotografado fumando maconha em um Bong. Errou. Mas daí a hipocrisia rolou solta.

phelps bong

 

1- A queimada de Ian Thorpe

Pode não ter sido o acontecimento mais trágico, mas essa imagem com certeza é a mais marcante. Ian Thorpe, em 2004, era o homem a ser batido, a maior estrela da natação mundial. Imagina você queimando na seletiva olímpica em sua principal prova em que é o atual campeão olímpico e favorito ao bi-campeonato? Foi o que aconteceu na seletiva australiana. Ian Thorpe queimou nos 400 livre e não nadou a seletiva. Por forças políticas do destino, conseguiu depois a vaga sem nadar a prova e levou o ouro em Atenas, com direito a choro de alívio.

thorpe queimando

Selo Conteúdo Original

Posts relacionados

Um comentário em "13 imagens da natação que poderíamos esquecer"

  1. Essa do Ian Thorpe foi marcante , eu me lembro bem dessa, mas sempre que esperam muito do cara o cara sente uma pressão mesmo sendo profissional!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »