borboleta putin

6 sofrimentos do nadador de borboleta

2 de abril de 2016

CuriosidadesNenhum comentário em 6 sofrimentos do nadador de borboleta

Nadar borboleta não é algo simples. Mesmo para quem é nadador, se locomover através do nado borbo pode ser um sofrimento. Admiramos, e muito, os especialistas desse difícil nado. O site YourSwimBook decidiu homenagea-los com 6 sofrimentos do nadador de borboleta, que por si só já os fazem merecer nosso respeito. Resolvemos fazer uma tradução livre desse texto muito bacana:

1. Dividir raia é complicado.

O especialista de borboleta tem afinidade com um outro colega nadador de borboleta. Eles entendem um ao outro. Sendo assim, compartilhar uma raia com vários dessa espécie é uma tortura. Nadar em uma raia com outro nadador de borbo pode até ser interessante, mas uma raia cheia deles é praticamente uma mutilação.

2. Quando um nadador de borboleta trava, ele TRAVA.

O Borbo, quando nadado de forma adequada, é admirável de se assistir. É suave, fácil, flui. Mas quando alguém trava durante uma série difícil ou principalmente em uma prova de 200… não só se torna algo desagradável, como dá vontade de rezar em nome daquela pessoa, para que seu sofrimento acabe logo.

Nos outros três estilos, se sua frequência de braçada entra em colapso, ao menos lhe resta um pouco de dignidade. Com o borboleta, a única coisa que lhe resta é esforçar-se para conseguir tirar sua cabeça pra fora da piscina e continuar respirando.



3. Não existe nadar solto.

Já teve algum treinador que te pediu pra nadar 200 borbo solto? Ah sim, entendi. Há apenas dois níveis de nado borboleta: o nível rápido e o nível sofrimento.

4. Você não pode evitar nadar os 200 borboleta.

Uma das maldições de ser um nadador de borboleta é que você tem apenas duas provas para optar (três se a competição é caridosa o bastante pra te dar a opção de nadar os 50).

Isso significa, que por ser nadador de borboleta, sempre irá sobrar a prova dos 200 pra você. Pode até não ser ruim em piscina curta, se você tem um bom submerso, mas em piscina longa….



5. Nadar borboleta nas raias do canto

Treinar nas raias do canto signifca que você adquiriu ao longo da vida graúdos calos em suas articulações. Você já bateu sua mão em tudo que uma borda de piscina tem a oferecer: a haste da bandeirinha, as escadinhas, o jato do aquecedor, o corrimão da escada, as cordas da raia, e em todos seus colegas de equipe.

Nadar borboleta significa soltar suas asas e não é fácil quando uma das asas sempre encontra um obstáculo pelo caminho.

6. Aquecimento de competição são sempre uma aventura.

Você não gosta, nenhum pouco, mas não tem jeito. Você também precisa aquecer! Os aquecimentos de competição são um desafio pra qualquer nadador, de qualquer estilo, tendo que dividir a raia com mais 500 indivíduos.

Veja aqui o Manual do Aquecimento.

Jogue um monte de nadador de borboleta nesse meio e você terá um monte de braços entrelaçados, batidas de antebraços e adaptação de braçada pra tentar desviar do caos.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »