Mais adeptos no melhor esporte

15 de maio de 2014

Curiosidades, EditoriaisNenhum comentário em Mais adeptos no melhor esporte

Lá vou eu de novo puxar saco de americano. Juro que eu não queria. Mas às vezes é inevitável. Estamos falando da maior potência mundial na natação (nem vou dizer do esporte, pois o assunto aqui é mais restrito).

Pois mesmo já sendo a maior potência, a USA Swimming, federação americana de natação, está em busca de mais e mais crianças filiadas à ela. Criaram uma campanha chamada SwimToday, que almeja agregar crianças de 8 anos ou menos para a natação. Veja a matéria da Wall Street Journal. O texto mostra a evolução de membros jovens filiados e como a quantidade aumenta em ano olímpico.

Mesmo existindo qualquer interesse financeiro, o resultado da campanha a longo prazo é bem nítido. Milhares de crianças envolvidas hoje com o esporte aumentam, e muito, o celeiro para futuros campeões.

Não tem jeito. A qualidade vem da quantidade, nesse caso. É questão de probabilidade. A probabilidade de surgir um “novo Phelps” entre 1000 pequenos nadadores é muito maior do que surgir dentro de 100.

Mas digo tudo isso por quê? Poxa. Se os caras são o que são e ainda por cima querem mais, acho que o Brasil no nível que está, no mínimo, podia seguir o mesmo modelo para agregar crianças na natação.

Vamos deixar de lado a diferença de culturas, vamos deixar de lado a diferença no desenvolvimento. Claro, as crianças tem o Phelps para se espelharem. Mas nós temos o Cielo. Eles tem mais de 300 milhões de habitantes. Nós temos mais de 200 milhões, acho válido.  Ah, mas nosso esporte é o futebol. Nos EUA, natação está longe de ser o principal esporte, antes na lista vem futebol americano, beisebol, basquete, hóquei no gelo…. Posso ir mais longe, mas isso tudo é apenas para mostrar que não há motivos reais para não investir.

Como o SwimToday funciona? Na página principal da USA Swimming há um banner com um slogan parecido com “natação é o esporte mais divertido que existe”, com foto de crianças felizes na água. Apelativo, apesar de ser verdade. Ao clicar, há um campo a ser preenchido com seu CEP e baseado nisso, a página procura qual a piscina mais próxima à sua residência, com endereço, website (se tiver), staff, contato, e mais algumas informações. Bem simples.

swimtoday

Imagina só se nossa Confederação dispusesse tempo em registrar todas as nossas piscinas pelo Brasil? Sim, nós precisamos de mais piscinas. Mas imagina como o esporte cresceria se todas as piscinas públicas fossem bem utilizadas… E lá vem eu criticar mais uma vez a CBDA. De novo: inevitável. Será assim tão difícil instruir cada federação estadual a registrar suas piscinas e responsáveis? Será assim complicado fazer uma campanha que ajude a agregar crianças ao nosso esporte? Vejo projetos sociais que usam dessa prática e apoio totalmente. Mas me refiro ao intuito puramente esportivo, de rendimento.

E seria injusto culpar a CBDA pelas piscinas abandonadas pelo país. Aliás, quem é o culpado de tudo isso? Nós? Porque é tão fácil dizer “o governo”… chega a ser banal de tão subjetivo. Ok, caí na realidade de que estamos longe de atingir esse nível de comprometimento com o esporte, com o cidadão. Mas sei lá… para chegarmos em algum lugar, precisamos partir de algum lugar. E cá estamos nós, na largada.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »