29jul2013---brasileiro-cesar-cielo-mostra-a-medalha-de-ouro-conquistada-por-ele-nos-50-m-borboleta-do-mundial-de-esportes-aquaticos-em-barcelona-1375458467282_1920x1080

Como duvidar de Cesar Cielo?

12 de abril de 2016

Editoriais, Troféu Maria Lenk 20166 comentários em Como duvidar de Cesar Cielo?

Jornalismo não é torcida. Faz parte de nosso trabalho exaltar as grandes conquistas, faz parte não deixar que feitos históricos caiam no esquecimento, faz parte apontar pequenos avanços em provas sem tradição (esse tem muita gente que esquece), faz parte reportar resultados.

E também faz parte apontar quando as coisas vão mal. Jamais chamaremos um nadador de amarelão, mas jamais deixaremos de dizer que um nadador nadou mal quando ele nadou mal. Esse é nosso compromisso.

César Cielo não vive sua melhor fase. Seja pelos motivos que for, essa é a primeira vez que Cielo tem dificuldades de se classificar para as Olimpíadas. As chances de ele não estar no Rio são reais.

Isso não é uma opinião, é um fato. Mas esse fato termina aqui. Cravar que ele está acabado, que a preparação não deu certo ou que ele não estará no Rio ignora uma das verdades mais essenciais do esporte: só acaba quando termina. Na natação, no futebol, do tênis ao badminton, quem ignora isso não sabe nada sobre esporte (e se não fosse assim o esporte não seria tão cruel, mas também não seria tão legal).

E como duvidar justamente dele?

Ele, César Cielo, que fez o que nenhum nadador do país jamais havia feito e jamais voltou a fazer: ganhar uma Olimpíada. Cielo, que um ano depois ganhou duas provas no Mundial, Cielo, que ganhou um bronze em Olimpíada piorando tempo, Cielo, o único tricampeão mundial da história do 50 livre. Eu pensaria duas vezes antes de falar que um cara desses está acabado.

4906491

Isso vale para os jornalistas e vale para a torcida também. Torcer quando Cielo chora no alto do pódio e quando a jovem atleta faz final é fácil, difícil é torcer quando o Thiago fica em quarto de novo – mas eu garanto, vale a pena.

Também não cairemos na armadilha de diminuir seus adversários, que estão lutando com suas vidas pelas vagas olímpicas do 50 livre. Se Cielo não se classificar, os nadadores classificados tem todos os méritos. É bom que todos saibam. Ninguém cai de paraquedas em uma Olimpíada, e assim como faz parte nadar bem, faz parte quando seu adversário nada mal. Não é demérito. Os critérios de convocação estão dados, que se classifiquem os melhores.

Quem quer que seja, os dois representantes do Brasil no 50 livre no Rio serão merecedores de suas vagas.

Mas o maior nadador da história do Brasil merece um pouco mais de respeito.

Posts relacionados

6 comentários em "Como duvidar de Cesar Cielo?"

  1. Carlos oliveira disse:

    Beatriz Vejo todos falarem do assunto, mas todos se referem à impressão deixada em dezembro. Será que ninguém sabe como ele está HOJE? Ninguém sabe, ou ninguém diz o último tiro forte??? Isso sim seria um dado objetivo; são mais de 3 meses, não vale analizar tempos do Open

    • Beatriz Nantes disse:

      Oi Carlos, ele nadou recentemente para 22”28, mas mesmo esse tempo não serve de parâmetro, porque não sabemos em que fase do treinamento ele estava. Só saberemos como ele está no Maria Lenk mesmo.

  2. Beatriz, quem são os alvos do seu post? Para quem é dirigido? Se for para as pessoas que acham que ele não nadará os 50L nos jogos olímpicos se não se sentir em condições de ganhar medalha, visto a carapuça.

    Eu acho que ele não vai estar na final olímpica dos 50L. Seja porque não se classifica, seja porque desiste antes.

    Agora, se o post é para quem vai dizer que ele é fracassado por isso, aí estou fora.

    Meu resumo: acho que não vai ao Rio, mas merece todo o nosso respeito, sempre.

    • Beatriz Nantes disse:

      Oi Cordani, não faço ideia se ele vai ou não ao Rio. O post é dirigido a matérias e comentários que já tratam a disputa como terminada (não está), a matérias e comentários que especulam motivos para isso (filho, por exemplo – ninguém falou com ele sobre isso pra saber).

  3. José disse:

    Simplesmente um mito…

  4. Rafael Oliveira disse:

    A imprensa decretar o fim do carreira do Cielo é absurdo, porque a seletiva nem aconteceu e um cara que nadou 50 vezes na carreira abaixo dos 22″00 tem tudo para conseguir esta vaga. Agora, chegar em uma final olímpica, quiçá, conseguir uma medalha é outra conversa, pois temos um Manaudou quase imbatível, um Adrian no auge e um Fratus constante, além de outros que podem surpreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »