9 motivos para acompanhar o Campeonato Americano

6 de agosto de 2014

Campeonato Americano 2014Nenhum comentário em 9 motivos para acompanhar o Campeonato Americano

Começa hoje, na Califórnia, o Campeonato Nacional de natação mais forte do mundo: o dos Estados Unidos. A competição vai até dia 10, domingo, com cobertura completa na Swim Brasil. Jim Rusnak, da USA Swimming, definiu o torneio como o mais importante do país até os Trials para as Olimpíadas de 2016. Listamos alguns motivos para isso e provas imperdíveis para acompanhar

1- Para começar, basta ver para que competições esse Nacional servirá de seletiva: nada menos que o Pan Pacific (absoluto e júnior), Mundial de Kazan, Pan Americano e Universíade.

2- Será a primeira competição desse porte para Michael Phelps desde que anunciou sua volta às piscinas. Ele vai nadar 100 livre (já hoje), 100 borboleta, 100 costas e 200 medley. 

Alguns destaques da entrevista coletiva de ontem: Phelps disse que é estranho não nadar o 200 borboleta, que vai torcer para seus três companheiros e que “é bom não estar na prova“. Bob Bowman disse que o 200 requer um treinamento que ele não tem neste momento (nem nos últimos 6 anos). Phelps disse ainda que o estilo que se sente mais confortável nesse momento é o borboleta, Bob disse que consegue saber se o estilo do pupilo está bom pelo “som” que faz na água. Como sempre, os dois foram evasivos ao falar sobre as coisas que Phelps ainda quer fazer na natação. A entrevista está ótima e Phelps bem relaxado, como tem sido desde sua volta. Vale ver:

3- O que esperar de Katie Ledecky, que já bateu dois recordes mundiais este ano? Ela vai nadar 8 provas: todas as distâncias das provas de livre (sim, inclusive o 50), o 200 e 400 medley. Será que rola um novo sub 4’00 no 400, assim como no Mundial de Barcelona? Dá para baixar já esse 8’11 no 800 livre? Como ela vai se sair no 400 medley? Não dá para perder.

4- Ryan Lochte nadará seis provas: 100 e 200 livre,100 e 200 costas, 200 medley e 100 borboleta. Ou seja, tem Phelps x Lochte já hoje, no 100 livre, e teremos a reedição de uma das disputas mais legais dos últimos anos, o 200 medley com os dois.

lochte

5- Será a primeira grande competição de Missy Franklin desde que passou a treinar com Tery McKeever no Cal. Ela nadará o 100 e 200 livre, 100 e 200 costas. Esse 200 livre com Ledecky x Missy é imperdível.

6- Duelos da velocidade masculina serão ótimos também: Nathan Adrian, Anthony Ervin, Jimmy Feigen. 

7- Allison Schmitt foi campeã olímpica em 2012 e, um ano depois, ficou fora da seleção americana para o Mundial de Barcelona. Agora, treinando em Baltimore com Bob Bowman, o que esperar dela?

8- Ver como se saem os novos nomes (como Caeleb Dressel, Chase Kalisz e outros), e acompanhar outra volta muito interessante: Katie Hoff!

9- Por fim, os EUA continuam sendo a maior potência da natação mundial. O Campeonato Nacional do país é um dos melhores do mundo e várias provas tem qualidade altíssima. Prato cheio para os amantes de natação. 

Captura de Tela 2014-08-06 às 10.05.09

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »