Campeonato Europeu – Dia 1

18 de agosto de 2014

Europeu 2014Nenhum comentário em Campeonato Europeu – Dia 1

O primeiro dia de finais em Berlim teve de tudo: favoritos fora da final, revezamento desclassificado, melhor tempo do mundo já nas semifinais e Katinka Hosszu tentando bater o recorde mundial do 400 medley.

Quem esperava uma bela disputa entre Paul Biederman e Yannick Agnel no 400 livre masculino (como eu) se frustrou: os dois nadaram para 3’50 e pararam nas eliminatórias. O ouro ficou com Velimit Stjepanovic, com 3’45”66, apenas o 10o tempo do mundo.

Na final do 400 medley, Katinka Hosszu imprimiu ritmo MUITO forte desde o início, com vantagem assustadora se considerarmos que atrás dela estava Mireia Belmonte. Ela esteve abaixo da linha do recorde mundial até os 350 metros.

O problema, para ela e para qualquer outra, é o parcial final de Ye Shiwen quando bateu o recorde (58”6)…. Katinka cansou demais (ela mesma falou isso após a prova), fechou 1’04 e terminou em primeiro com 4’31”03, segundo melhor tempo do mundo esse ano – atrás apenas da própria Ye Shiwen. Mireia Belmonte fechando muito forte (1’02”31) nadou para 4’33”13 e foi prata, poucos dias após subir ao pódio na prova de 5km da competição de maratonas aquáticas.

Captura de Tela 2014-08-18 às 13.46.09

 

Nos revezamentos 4×100 livre, boa dose de emoção como costuma acontecer nessa prova. No feminino, a Dinamarca ganhou mas a equipe foi desclassificada. Melhor para a Suécia, que ganhou com 3’35”26 – destaque ficou com Sarah Sjostrom, que fechou para 52”14. Ansiosa para ver o que ela pode fazer no 100 livre….

A Holanda foi segunda (melhor parcial: Femke Heemskerk, 52”78) e a Itália, bronze (ela nem nada 100 livre,  mas o melhor parcial foi de… Federica Pellegrini: 53”65).

Captura de Tela 2014-08-18 às 14.49.37

 

Na prova masculina, mais uma vitória francesa, que liderou desde o segundo parcial. Os franceses venceram as Olimpíadas de Londres, o Mundial de Barcelona, e agora o Europeu, com 3’11”64.

O melhor parcial da prova foi de Florent Manaudou (47”54), seguido de Jeremy Stravius (47”56) e o russo Alexander Sukhorukov (47”58). Vamos lembrar que, ontem, Matheus Santana fez 47”73 no revezamento 4×100 livre misto nas Olimpíadas da Juventude. A prata da prova ficou com a Russia (3’12”67) e o bronze com a Itália (3’12”78).

Captura de Tela 2014-08-18 às 15.22.55

Semifinais

Sarah Sjostrom muito forte com um 24”87 na semi do 50 borbo. Vantagem que está colocando sobre as adversárias está surreal. Final também terá Jeanette Ottensen e Therese Alshammar, de volta depois de se tornar mãe.
Tempo para entrar na final: 26”31. 

Na prova masculina, o russo Andriy Govorov passou em primeiro com 23”04.
Tempo para entrar na final: 23”60

No 100 costas, Chris Walker-Hebborn nadará na raia 4 depois de fazer 53”62.
Tempo para entrar na final: 54”80. 

Tempo muito forte de Adam Peaty na semifinal do 100 peito: 58”68, apenas o mais forte do mundo esse ano e a 22 centésimos do recorde mundial. E não foi só Peaty que nadou bem: os quatro primeiros classificados para a final entraram no top 6 do mundo esse ano, para se ter uma ideia.
Tempo para entrar na final: 1’01”00

Duane Da Rocha fez 2’09”13 e passou em primeiro para a final do 200 costas. E quem diria, até a dama de ferro cansa: Katinka Hosszu terminou em 16o com 2’20. O 400 medley cansou mesmo…
Tempo para entrar na final: 2’12”06

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »