Diário de Altitude, Parte 1 – por Luiz Rogério Arapiraca | Yes Swim

Diário de Altitude, Parte 1 – por Luiz Rogério Arapiraca

16 de fevereiro de 2015

Diário de Altitude, Maratonas AquáticasNenhum comentário em Diário de Altitude, Parte 1 – por Luiz Rogério Arapiraca

A seleção brasileira de natação voltou de Sierra Nevada nesse final de semana, mas quem subiu as montanhas foi a seleção de Maratonas Aquáticas.

Luiz Rogério Arapiraca, Allan do Carmo, Samuel de Bona, Diogo Villarinho, Carolina Bilich, Viviane Jungblut e Betina Lorscheitter estão em Colorado Springs, nos EUA, em um treinamento de altitude de 3 semanas.

Luiz Rogério Arapiraca topou nos contar em alguns capítulos como estão os treinos por lá:

Depois de um início de temporada muito bom para as Maratonas Aquáticas – já que após apenas um mês de treinamento, a equipe disputou a primeira etapa da Copa do Mundo e a seletiva para o Pan-Americano, tendo conquistado duas vagas no masculino e uma no feminino – intensificamos os treinamentos.

Chegamos à fase do treinamento em altitude, pela primeira vez aqui em Colorado Springs. A impressão inicial não poderia ter sido melhor. O lugar é fantástico, dispondo de todos os equipamentos que um atleta de alto rendimento precisa.

IMG-20150215-WA0015

Tudo é muito bem pensado e elaborado. Eles cuidam dos mínimos detalhes, indo desde a alimentação balanceada, até a parte aquática em si, com uma piscina fantástica, com toda a estrutura de bloco, filmagem, raias, placar, jacuzzi ao lado da piscina para recuperação, enfim… tudo mesmo.

A parte fora d’água, sem dúvida, não fica para trás. Várias máquinas que eu nunca tinha visto antes. Uma sala de recuperação, onde pagando 10 dólares por dia, é possível usufruir de tudo o que há de melhor, como botas de compressão, ultrassom, dentre outras coisas.

IMG-20150215-WA0012 (1)

A parte de acessibilidade aos atletas paralímpicos foi algo que me chamou bastante atenção, havendo portas com acesso eletrônico, elevadores, rampas, tudo muito bem planejado e pensado para o melhor conforto dos atletas.

As paredes do centro de treinamento são uma verdadeira inspiração. Elas estão infestadas de fotos de ídolos olímpicos e paralímpicos, tanto de verão como de inverno. O que nos dá uma sensação de estar vivenciando as Olimpíadas antecipadamente.

IMG-20150215-WA0014

Agora, uma curiosidade: assim que chegamos, fomos informados que havia atletas de nível internacional e que em nenhum momento estes poderiam ser incomodados, nem poderíamos registrar qualquer imagens deles. Assim que chegamos à piscina, fomos alertados novamente e acabamos descobrindo que o atleta ilustre é Michael Phelps.

Fizemos o primeiro treino e o time do Phelps treinaria após o nosso horário. Assim, quando acabamos o treino, fomos informados que tínhamos 10 minutos para sair da área da piscina, pois Michael Phelps iria treinar e não poderíamos assistir, nem mesmo tirar fotos.

Encontramos Phelps em outros momentos no refeitório, o tempo inteiro assessorado por um voluntário do próprio centro, que não deixa ninguém incomoda-lo.

Os primeiros quatro dias passaram rápido e a equipe está se adaptando muito bem, treinando com força total!

IMG-20150215-WA0019

Semana que vem, voltamos com mais informações do centro e também de Michael Phelps.

Abraço.
Luiz Rogério Arapiraca”

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »