Marcelo Chierighini. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 26 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

BDP17: Eliminatórias Dia 4

26 de julho de 2017

Mundial Budapeste 2017Nenhum comentário em BDP17: Eliminatórias Dia 4

50 costas feminino

Etiene Medeiros, atual vice-campeã mundial em piscina longa da prova, classificou-se já com o segundo tempo para as semifinais de mais tarde, empatada com a bielo-russa Aleksandra Herasimenia, com 27”65. O melhor tempo é justamente da atual campeã mundial, a chinesa Yanhui Fu com fortes 27”21, melhor tempo do ano e quarto melhor tempo da história da prova. O recorde mundial ainda é da era dos trajes com 27”06.

Para pegar semi, foi necessário nadar para 28”22 e nenhuma das principais nadadoras ficou de fora: Emily Seebohm, a recordista e campeã mundial dos 100 Kylie Masse, Georgia Davies, Kathleen Baker…

Screenshot_20170726-115018

100 livre masculino

Para passar para as semifinais, foi necessário fazer 48”80. Dos principais nadadores, dois fortes nomes ficaram de fora: Vladmir Morozov em vigésimo quarto com 48”99 e Federico Gabrich, bronze em Kazan da prova, vigésimo sétimo da prova com 49”09.

Os dois brasileiros passaram para a final. Marcelo Chierighini em quinto com 48”46, empatado com mais três nadadores: Nathan Adrian, Duncan Scott e Shinri Shioura; e Gabriel Silva em décimo segundo com 48”64, o que mostra o equilíbrio da prova, onde 8 décimos separam o primeiro do décimo sexto.

O único abaixo dos 48 segundos foi o australiano Cameron McEvoy com 47”97.

Screenshot_20170726-114924

200 borbo feminino

Katinka Hosszu passou para a semi com o primeiro tempo, para delírio da torcida. A prova não tem sido seu forte nas últimas fortes competições. Mireia Belmonte, a atual campeã olímpica, passou com tranquilidade com o terceiro tempo.

Para pegar semi, 2’09″25. O que não foi suficiente para Joanna Maranhão, que terminou na décima nona posição com 2’09″77.

Screenshot_20170726-114812

200 medley masculino

Sem Phelps, sem Lochte e sem Thiago, a inevitavelmente perdeu um pouco de brilho. A missão de Hagino, Seto e Kalisz é trazer emoção para uma prova sem as estrelas da última década e que não possui húngaros nas semis.

Thiago Simon nadou para 2’01″01 e terminou na décima nona posição.

Screenshot_20170726-114847

4×100 medley misto

Brasil não se inscreveu pra prova. Todos os principais países se classificaram, menos a Hungria que foi desclassificada na troca do costas pro peito, o que fará a final à tarde ser um pouco menos emocionante.

A prova agora é olímpica e é interessantíssima de ser assistida devido as trocas frequentes de posição.

Screenshot_20170726-122641

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »