Revezamento 4x100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Brasil é vice-campeão mundial no 4×100 livre masculino

23 de julho de 2017

Mundial Budapeste 20171 comentário em Brasil é vice-campeão mundial no 4×100 livre masculino

A prova mais emocionante do dia para o Brasil foi também a prova mais emocionante da competição até aqui. Hungria no pódio, recorde americano do 100 livre, disputa até o final, desclassificações e o Brasil no pódio. Que momento.

Caeleb Dressel abriu muito forte para os EUA, com 47”26, novo recorde americano da prova. Gabriel Santos, do lado, não deixou o americano escapar e abriu para 48”30, deixando o Brasil já na segunda colocação.

Marcelo Chierighini foi brilhante. O único de toda a prova a nadar para baixo de 47”, fez 46”85, deixando o Brasil ainda em segundo lugar. Foi a melhor prova de sua vida.

Cesar Cielo manteve o Brasil na posição, com 48”08. Bruno Fratus também nadou demais, fechou para 47”18 e não só segurou os EUA como chegou mais perto: Nathan Adrian fez parcial mais alto, 47”25. No final, 3’10”06 para os EUA e 3’10”34 para o Brasil, novo recorde sul-americano da prova e o vice campeonato mundial. Foi a primeira medalha de Mundiais de Marcelo Chierighini e Gabriel Santos.

A Austrália e Itália foram desclassificadas, deixando a Hungria na terceira colocação, para delírio da torcida.

Gabriel: “Os três me deram muita força. Apesar de não dar meu melhor da vida, foi uma união que facilitou tudo. A gente ficou bem junto. Foi uma coisa bem natural, os quatro queriam o mesmo objetivo. Cada um ia nadar pelo outro. Eu abri e claro que teve a ansiedade, não é fácil, mas foi sensacional a experiência. Ter conseguido a medalha é um sonho para mim. Pegar medalha com Fratus e Cielo que são ídolos para mim. To com expectativa muito boa, já quebrou o gelo”

Cesar Cielo: “A gente treina para executar na hora do vamo ver. Ali eram quatro caras que gostam desse momento. A gente falou antes: agora vamo ver do que a gente é feito. No treino é moleza, agora eu quero ver quem é macho aqui. Essa é a minha adrenalina, esse é meu paraquedas. A hora que bate a adrenalina da prova eu fico em êxtase. Me testar é uma coisa que me agrada muito. Quando eu subi naquele revezamento do 4×100 livre em Doha eu pensei, será que a última vez que eu subo em um pódio de Mundial? E quando a gente começou a vislumbrar aqui, pensei: ‘pode ser que eu suba de novo’.”

Parciais:

Gabriel Santos: 48”30
Marcelo Chierighini: 46”85
Cesar Cielo: 48”08
Bruno Fratus: 47”18

Revezamento 4x100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4×100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4x100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4×100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4x100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4×100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4x100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4×100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4x100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Revezamento 4×100 livre, medalha de prata. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 23 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Posts relacionados

Um comentário em "Brasil é vice-campeão mundial no 4×100 livre masculino"

  1. Clayton disse:

    Maravilhoso!!!
    A natação brasileira precisava muito desse feito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »