Budapest+2017+FINA+World+Championship+Day+pM5z6dw7Q7ol

Federica é campeã mundial e acaba com invencibilidade de Ledecky

26 de julho de 2017

Mundial Budapeste 2017Nenhum comentário em Federica é campeã mundial e acaba com invencibilidade de Ledecky

Acabou a invencibilidade de Katie Ledecky em provas internacionais. A norte-americana jamais havia perdido uma prova individual até hoje, com um currículo que inclui quatro ouros olímpicos e novo de Mundiais, isso sem contar revezamentos. Mas hoje, Ledecky subiu ao pódio no segundo lugar pela primeira vez. A vitória ficou com a sensacional Federica Pellegrini.

A italiana de 28 anos – 9 a mais que Ledecky – ganhou seu terceiro título mundial da prova, e sua sétima medalha consecutiva no 200 livre em Mundiais, uma marca impressionante. Ano passado, Pellegrini foi quarta colocada na Olimpíada do Rio e quase parou de nadar, mas decidiu continuar.

A vitória de hoje veio no estilo característico de Pellegrini: passou atrás e foi crescendo. A italiana foi a única a fechar para baixo de 29”, com 28”82, sete décimos melhor que qualquer adversária da final. O tempo final, 1’54”73, seria suficiente para o bronze no Rio.

Katie Ledecky não nadou bem: ontem havia feito 1’54”69, melhor que a marca de Federica hoje. Na Olimpíada do Rio, nadou para 1’53”73. Após a prova, perguntada porque não está tão bem essa semana, disse que simplesmente não chegou na frente e vai usar isso como motivação daqui para frente. A prata veio com o tempo de 1’55”18, empatado com a australiana Emma McKeon, bronze na prova nos Jogos Olímpicos do Rio.

Budapest+2017+FINA+World+Championship+Day+EW7H85yrSSUl

A vitória de Pellegrini marca 13 anos da nadadora na elite do 200 livre.

Em Atenas, com apenas 16 anos, Federica conquistou a medalha de prata.

buon-compleanno-federica

No Mundial de Montreal (2005), um ano depois, Federica foi prata novamente, superada pela francesa Solenne Figues.

Italy's Pellegrini, France's Figues, Sweden's Lillhage and China's Yang Yu hold their medals at the World Aquatic Championships in Montreal. (L-R) Italy's Federica Pellegrini, France's Solenne Figues, Sweden's Josefin Lillhage, and China's Yang Yu hold their medals won in the women's 200m freestyle finals at the World Aquatic Championships in Montreal, July 27, 2005. Figues took gold with a time of 1 minute, 58.60 seconds, Pellegrini took the silver and Lillhage and Yu tied for bronze. REUTERS/Jim Young

Em 2007, no Mundial de Melbourne, Federica bateu seu primeiro recorde mundial, durante a semifinal da prova. Na final, o recorde foi superado por sua grande rival Laure Manaudou e Federica acabou com o bronze, superada também por Annika Lurz.

Italy's Federica Pellegrini reacts as she leaves the pool after setting a world record in the women's 200m Freestyle semi-final at the World Swimming Championships in Melbourne, Australia, Tuesday, March 27, 2007. (AP Photo/Mark Baker)

ANT07F1_7646827F1_11455-kuK-U431001019647536oUF-590x445@Corriere-Web-Sezioni

Em 2008, nas Olimpíadas de Pequim, Federica conquistou sua primeira e até agora única medalha de ouro olímpica.

Federica+Pellegrini+Olympics+Day+5+Swimming+VsteKgnEO57l

Em 2009, Federica nadou a melhor competição de sua vida. No Mundial de Roma, competindo em casa, ela levou o 200 e 400 livre com recorde mundial. Seu recorde mundial do 200 livre feito nesse dia dura até hoje.

Gold medallist Federica Pellegrini of Italy celebrates on the podium with silver medallist Allison Schmitt of the U.S. (L) and bronze medallist Dana Vollmer of the U.S. after the women's 200m freestyle swimming final at the World Championships in Rome July 29, 2009. REUTERS/Wolfgang Rattay (ITALY SPORT SWIMMING)

Em 2011, em Shangai, Federica foi bicampeã das duas provas.

Kylie_Palmer_silver_worlds1

Em Londres, Federica terminou em 5o lugar na prova, ficando fora do pódio em uma grande competição pela primeira vez desde 2004. Parecia ser o fim da era Pellegrini, mas um ano depois, em Barcelona, Federica foi prata no Mundial, voltando ao pódio e mostrando que continua entre as melhores do mundo.

Second placed Federica Pellegrini of Italy, winner Missy Franklin of the U.S. and third placed Camille Muffat of France (L-R) pose with their medals at the women's 200m freestyle victory ceremony during the World Swimming Championships at the Sant Jordi arena in Barcelona July 31, 2013. REUTERS/Michael Dalder (SPAIN - Tags: SPORT SWIMMING)

Em Kazan, Federica repetiu a prata, vencida apenas por Katie Ledecky. Federica chorou após a prova e disse que muitos falaram que o 200 era forte demais para ela. Há um mês, em Vichy, Federica nadou para seu melhor tempo da vida sem trajes: 1’55”00.

Gold medalist Katie Ledecky (left) of the United States poses with silver medallist Federica Pellegrini of Italy during a medal ceremony at the FINA World Championships in Kazan, Russia

Hoje, Federica voltou ao alto do pódio em uma grande prova.

Budapest+2017+FINA+World+Championship+Day+Ui4uOA67wIhl

 

200 livre feminino Federica Pellegrini

Resultado completo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »