O incrível feito de Etiene Medeiros

7 de dezembro de 2014

Mundial Doha 20142 comentários em O incrível feito de Etiene Medeiros

Etiene Medeiros sai de Doha com 3 medalhas para a coleção. Foi à Doha para fazer história na natação brasileira. Tornou-se, junto à Larissa Martins, a primeira brasileira a conquistar uma medalha de piscina em Mundiais de natação. E foi logo um ouro. Em uma das provas mais emocionantes da competição, não só por ter tido uma vitória brasileira, mas porque a prova é emocionante por si só, os 4×50 medley misto vieram para ficar, assim esperamos.

Foto: Facebook de Fernando Vanzella, treinador de Etiene e responsável pela natação feminina brasileira

Etiene abriu ao lado de homens, baixando os 26 segundos pela primeira vez com 25”83, dando confiança ao restante do revezamento e a ela mesma para prova individual. O tempo não valeu para quebra de recorde sulamericano, pois de acordo com a regra, para validar um tempo deve nadar apenas com mulheres. Mas tudo bem, o ouro veio junto à muita comemoração. E mal sabia que o melhor ainda estava por vir.

Durante a competição, teve um total de 12 quedas na água, isso porque foi poupada algumas vezes, pelo extenso programa de provas. Competiu os 100 costas, onde passou para a final, batendo o recorde sulamericano nas eliminatórias e na semifinal, essa última com 57”13. Terminou a final na 7ª colocação.

Nadou o revezamento 4×50 medley feminino, ajudando as meninas a conquistar mais uma final, onde terminaram na 5ª colocação, com parcial de 26”0, agora sim recorde sulamericano oficialmente.

Chegou a passar para a semifinal dos 50 livre, prova em que tornou-se recordista sulamericana no Finkel, mas optou por não nadar pois tinha a semifinal dos 50 costas e a final do 4×50 livre misto.

No 4×50 livre misto, conquistou novamente junto à Larissa a segunda medalha feminina brasileira em mundiais de natação. Os brasileiros terminaram com o bronze com parcial de Etiene de 23”58.

Na semifinal dos 50 costas, baixou pela primeira vez de forma “válida” os 26 segundos, batendo mais uma vez seu recorde com 25”99. Classificou-se para a final com o segundo tempo, vendo Emily Seebohm batendo o recorde de campeonato para 25”87. “Mas deixa estar, que eu já fiz melhor…”

Hoje na final, não só superou seu recorde sul-americano, não só superou o recorde de campeonato, não só superou Emily Seebohm e Katinka Hosszu, não só levou o ouro, como bateu um dos mais difíceis recordes mundiais da era de trajes, com 25”67!! Tornou-se a primeira brasileira campeã mundial individual em piscina e primeira recordista mundial feminina depois de nossa lendária Maria Lenk.

Foto: Satiro Sodré / SSPress

Saldo: cinco finais, dois ouros, um bronze, um recorde sul-americano e um recorde mundial. Tá bom?

Posts relacionados

2 comentários em "O incrível feito de Etiene Medeiros"

  1. alexandre nina disse:

    parabéns ,

    fiquei muito feliz por suas conquistas. saudações a sua família e a todos os que durante esses anos abriram as portas pra que sua hora chegasse.
    se prepare, vc esta em ótimas mãos, pois o melhor sempre estar por vir.
    gde. abraço.

    alexandre nina

  2. […] nem se fala. Mas ganhar com recorde mundial foi demais. Etiene Medeiros é a nadadora de 50 costas mais rápida da história, isso só já merecia o primeiro lugar do ranking. E olha que o ano dela inteiro também fez por […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »