revezamento brasileiro recordista mundial

Mundial de Hangzhou: Quarto dia de Finais

14 de dezembro de 2018

Mundial Hangzhou 2018, Recordes Mundiais, ResultadosNenhum comentário em Mundial de Hangzhou: Quarto dia de Finais

Como de costume, a etapa começou com recorde mundial no revezamento americano. Mas o melhor ainda estava por vir, com o título e recorde mundial do Brasil!! Nesse quarto dia no Mundial de Hangzhou, não faltou nada. Teve trizteza e alegria.

Finais

Hoje foi a vez do 4×50 livre masculino americano bater o recorde mundial no início da etapa. A prova começou emocionante só pelo fato de Caeleb Dressel ter aberto com Vladimir Morozov, dando uma prévia da prova que ia acontecer mais tarde. Quem levou a melhor no rev foi o russo 20”39 x 20”43.

Caeleb Dressel – 20”43
Ryan Held – 20”25
Jack Conger – 20”59
Michael Chadwick – 20”53
Total: 1’21”80

O recorde mundial individual da etapa veio com Ariarne Titmus nos 400 livre, que bateu o recorde por 5 centésimos: 3’53”92. A australiana, que ainda tem 18 anos de idade, nadou a frente da linha do recorde durante toda prova. A chinesa Jianjiahe Wang, que venceu os 800 livre, também nadou abaixo do antigo recorde de campeonato, com 3’54”56.

Mas o melhor de todos os recordes, pelo menos para nós brasileiros, veio no final da etapa com o 4×200 livre masculino. De forma surpreendente, Luiz Altamir, Fernando Scheffer, Leonardo Santos e Breno Correia não só bateram as tradicionais equipes da Russia, China e Estados Unidos (que terminaram respectivamente em segundo, terceiro e quarto), como destruiram o recorde mundial da prova!!! Confira aqui todos os detalhes dessa prova.

Ranomi Kromowidjojo conquistou o seu segundo ouro individual na competição, levando também a prova dos 50 borboleta com novo recorde de campeonato: 24”47, quase meio segundo a frente da segunda colocada Holly Barratt, com 24”80.

Nos 100 medley feminino, adivinha… Katinka Hosszu não só confirmou seu favoritismo, como também tornou-se a primeira nadadora a conquistar o tetra-campeonato em mundiais, levando pela quarta vez consecutiva os 100 medley, com 57”2

Na mesma prova, versão masculina, o prodígio russo Kliment Kolesnikov venceu com novo recorde de campeonato e novo recorde mundial junior: 50”63, único abaixo dos 51 segundos. Caio Pumputis esteve na final, mas terminou na oitava posição com 52”28.

Em uma das provas mais esperadas do dia, os 50 livre, a tensão era tanta que Benjamn Proud foi desclassificado por mover no bloco antes da largada. A vitória foi, até que fácil, do russo Vladimir Morozov (Morozov 2 x 0 Dressel) com 20”33, apenas 7 centésimos acima do recorde mundial de Manaudou. Caeleb Dressel ficou com a prata com 20”54 e o bronze, depois da desclassificação do britânico, ficou com o sul-africano Bradley Tandy com 20”94. Cesar Cielo teve uma ótima virada, mas sua largada prejudicou de novo o resultado, terminando na sétima posição com 21”20.

Cesar Cielo Mundial de Hangzhou 50 li

Foto: Satiro Sodré / SS Press

Nos 50 costas masculino, Guilherme Guido por MUITO pouco não pegou a medalha. Terminou na quinta posição com novo recorde sul-americano: 22”79, 3 centésimos do pódio, que foi bastante disputado. O campeão da prova foi o russo Evgeny Rylov com 22”58. E em quarto, ficou o jovem Kliment Kolesnikov com mais um recorde mundial junior: 22”77.

Semifinais

Primeira semifinal do dia já teve o recordista mundial Nicholas Santos, que passou para a final com o melhor tempo, único abaixo dos 22 segundos: 21”96. O segundo melhor tempo das semifinais foi de Chad Le Clos, que detém o recorde de campeonato, fazendo 22”34. Nicholas é favoritíssimo pra prova, mas terá um obstáculo amanhã, que é nadar a final do 4×50 medley meia hora antes da prova.

Nos 50 costas feminino, uma grande pena foi a largada de Etiene Medeiros, onde a brasileira escorregou e não conseguiu se recuperar na prova, terminando na 15ª posição. Etiene era favorita pra conquistar o tri-campeonato na prova, mas faz parte do esporte. O melhor tempo ficou com Olivia Smoliga com 26”06. Para pegar final: 26”54.

Mais brasileiros

Dos brasileiros que nadaram pela manhã, Matheus Santana foi o único que não passou para a etapa de final, nas eliminatórias dos 50 borboleta. E foi por muito pouco. Matheus empatou na décima sexta posição com 23”08, mas no desempate com o filandês, piorou um pouco o tempo, enquanto Riku Poytakivi baixou os 23 segundos.

Confira os resultados completos do quarto dia em Hangzhou.

Confira tudo o que aconteceu no primeiro dia.

Confira tudo o que aconteceu no segundo dia.

Confira tudo o que aconteceu no terceiro dia.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »