Mundial de Hangzhou: último dia de finais

16 de dezembro de 2018

Mundial Hangzhou 2018, ResultadosNenhum comentário em Mundial de Hangzhou: último dia de finais

Após as duas últimas etapas do Brasil, em que somamos 2 ouros e 2 bronzes, o Brasil fechou com chave de ouro o Mundial de Hangzhou em piscina curta, conquistando mais três medalhas de bronze. E melhor: duas medalhas femininas!

Antes disso, a competição começou com um recorde de campeonato e uma surpresa no ouro dos 1500 livre: o ucraniano Mykhailo Romanchuk venceu o favorito da prova, e campeão olímpico e recordista mundial da prova em piscina curta, Gregorio Paltrinieri, em uma emocionante prova, com apenas 6 décimos de diferença: 14’09”14 x 14’09”87.

Em uma das provas mais esperadas da competição, os 100 livre masculino, tínhamos 3 nadadores disputando o ouro: Caeleb Dressel, Vladimir Morozov e Chad Le Clos. Por dois centésimos, Dressel venceu a prova, com 45”62, contra 45”64 de Vladimir. O russo vinha como favorito, depois de incríveis performances nas etapas de Copa do Mundo. Chegou a nadar para 44”95 ( 1 centésimo acima do recorde mundial) na etapa de Sigapura, 45”16 na etapa de Tóquio e 45”30 na etapa de Budapeste. Le Clos terminou com o bronze com 45”89.

Na prova de 200 peito feminino, a americana Annie Lazor venceu com 2’18”32 em uma prova bem disputada com sua compatriota Bethany Galat com 2’18”62 e a belga Fanny Lecluyse com 2’18”85.

Um dos destaques do revezamento 4×50 livre masculino de ontem, Evgeny Rylov venceu a prova dos 200 costas com 1’47”02, poucos centésimos a frente de Ryan Murphy, que ficou com a prata com 1’47”34.

A primeira alegria do dia, veio nos 100 borboleta feminino, com Daiene Dias que conquistou sua primeira medalha internacional, batendo de quebra o recorde sul-americano da prova, com 56”31 e terminando com o bronze. Ela também melhorou sua marca na passagem da prova, passando com impressionantes 25”96. O feito de Daiene foi além: tornou-se a primeira brasileira a conquistar medalha em Mundiais em provas olímpicas!

Daiene Dias medalha de bronze em Hangzhou 100 borboleta

Foto: Satiro Sodré / SSPress

O ouro ficou com a super favorita americana Kelsi Dahlia com 55”01 e a prata com sua compatriota Kendyl Stewart com 56”22.

Assista à prova transmitida pelo SporTV:

A segunda medalha brasileira do dia veio com Felipe Lima nos 50 peito! O brasileiro nadou abaixo dos 26 segundos, terminando com o bronze: 25”80, sua melhor marca pessoal. O ouro ficou com o sul-africano Cameron van der Burgh, que marcou sua última queda n’água em competições oficiais, após anunciar aposentadoria, batendo o recorde de campeonato: 25”41. A prata ficou com o bielo-russo Ilya Shymanovich com 25”77.

Assista à prova transmitida pelo SporTV:

E sem nem conseguir parar pra respirar direito, tivemos a última alegria do dia, com Etiene Medeiros em uma verdadeira redenção, terminando com o bronze nos 50 livre, baixando ainda mais o recorde do continente americano, com 23”76. O ouro ficou com a favorita holandesa Ranomi Kromowidjojo com novo recorde de campeonato: 23”19 e a prata ficou com sua compatriota Femke Heemskerk com 23”67.

Assista à prova transmitida pelo SporTV:

O Brasil ainda quase conseguiu uma quarta medalha de bronze, ao conquistar a quarta colocação no revezamento 4×100 medley masculino. Com Guilherme Guido de costas (49”89), Felipe Lima de peito (56”39), Nicholas Santos de borboleta (49”42) e Breno Correia de crawl (46”30), o Brasil somou 3’22”00. Para subir ao pódio, foi necessário 3’21”07 do Japão. Destaque para a parcial de Caeleb Dressel de borbo para 48”28, pela equipe dos EUA, que bateu o recorde de campeonato da prova.

Veja resultados completos da sexta e última etapa.

Veja resultados completos do primeiro dia.

Veja resultados completos do segundo dia.

Veja resultados completos do terceiro dia.

Veja resultados completos do quarto dia.

Veja resultados completos do quinto dia.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »