200 PEITO: Marco Koch frustra tetra de Gyurta

7 de agosto de 2015

Mundial Kazan 2015Nenhum comentário em 200 PEITO: Marco Koch frustra tetra de Gyurta

Três nadadores podiam se tornar tetracampeões mundiais em Kazan, mas apenas um deles conseguiu: Ryan Lochte, no 200 medley. César Cielo foi embora da competição e não disputou o 50 livre; Daniel Gyurta, no 200 peito, terminou em 3o. A medalha encerrou uma hegemonia que já durava desde 2009 sem que o húngaro perdesse a prova de 200 peito em piscina longa.

O algoz foi Marco Koch, prata no último Mundial, em 2013. Foi a primeira vitória de um alemão na prova. Com a mesma estratégia que consagrou Gyurta (apostar na volta forte), Koch fez 2’07”76 e consolidou dois anos muito fortes. Desde Barcelona, quando foi prata, ele foi campeão europeu (Gyurta não participou) e vice campeão mundial de curta (perdendo para Gyurta). Uma rivalidade europeia de longa data, mas saudável, considerando sua declaração:

“Eu gosto dele. É uma merda [ter que pará-lo] mas é isso o que estávamos buscando”, disse em entrevista sobre ter frustrado o tetracampeonato do húngaro. Kock comemorou muito na piscina o primeiro ouro de seu país. Muito empolgado na área de entrevistas, ele falou que a primeira coisa que quer fazer agora é comer no Burger King ou McDonalds. 

Daniel+Gyurta+Swimming+16th+FINA+World+Championships+EPjCjFrmWUBl

Para uma prova com expectativa de recorde mundial, os tempos foram um pouco frustrantes: a marca de Koch foi pior que seu recorde alemão feito ano passado (2’07”47) e pior do que o tempo que Gyurta fez em Barcelona para vencer (2’07”23). A prova valeu pela disputa.

O japonês Yasuhiro Koseki repetiu a estratégia da semifinal e passou forte (1’01”22), mas não aguentou a volta. Koseki, que já fez 2’07”77 esse ano, cansou muito na volta. Foi o único a nadar para 34”no último parcial de 50 e terminou em quinto lugar, com 2’09”12. Campanha muito ruim do Japão até o momento, que chegou com vários medalhas entre os primeiros do mundo e tem 3 medalhas até agora.

A prata ficou com Kevin Cordes, que superou uma campanha ruim em Barcelona e subiu no seu segundo pódio na competição (foi bronze no 50 peito). Com 2’08”05, ele ficou apenas 5 centésimos à frente de Daniel Gyurta.

Marco+Koch+Swimming+16th+FINA+World+Championships+gvxCYf5_3brl

Marco+Koch+Swimming+16th+FINA+World+Championships+q6-Zm9oUkPCl

Daniel+Gyurta+Swimming+16th+FINA+World+Championships+fUCFeZyBBhLl

Marco+Koch+Swimming+16th+FINA+World+Championships+gWucl-legebl

 

 

Screen Shot 2015-08-07 at 8.02.29 PM

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »