9 motivos para você não perder o Mundial de Kazan

1 de agosto de 2015

Mundial Kazan 2015Nenhum comentário em 9 motivos para você não perder o Mundial de Kazan

O Mundial de Kazan começa neste domingo, às 11h30 horário de Brasília. Principal competição do mundo depois das Olimpíadas, o Mundial de longa chega à sua 16ª edição. Há inúmeros motivos para acompanhar a competição, listamos aqui 9 deles.

9- Efimova x Ruta
Nada como uma boa rivalidade para deixar uma prova ainda mais interessante. O nado peito feminino hoje em dia é dominado por Ruta Meilutyte e Yulia Efimova, nas duas provas mais rápidas. As duas se alternam como recordistas mundiais e no topo do ranking mundial. Em Barcelona, a lituana venceu o 100 e bateu o recorde mundial também nos 50 na semifinal, mas quem levou o ouro foi a russa. Para deixar tudo mais interessante, Ruta se disse “desapontada” com Efimova quando a russa foi pega no exame antidoping. Será a primeira disputa entre elas desde então.

Yuliya+Efimova+Ruta+Meilutyte+Swimming+15th+f8oUmzapEKyl

 

8- Revezamentos mistos
Será a primeira vez que teremos revezamentos mistos em um Mundial de piscina longa. As disputas são muito interessantes, envolvendo toda estratégia de ordem dos nadadores (no livre) e estilos de cada um (no medley), abrindo inúmeras possibilidades de combinações nesse último caso. São duas das provas mais aguardadas no Mundial, justamente pela imprevisibilidade.

a71q1403

 

7- O primeiro Mundial de Adam Peaty 
Peaty chamou a atenção do mundo da natação no Europeu, ano passado, ao bater o recorde mundial do 50 peito. Esse ano ele foi além: bateu em meio segundo (!) o antigo recorde mundial, quebrando pela primeira vez a barreira do 58” (se você não lembra, reveja). Aos 20 anos, essa será a primeira vez que Adam Peaty competirá contra todos os grandes atletas da prova. Como ele vai se sair?

Adam Peaty celebrates his new record in Berlin.

 

6- O que Ledecky vai aprontar dessa vez?
Só o fato de podermos presenciar uma estrela como Katie Ledecky no auge já seria motivo para ver o Mundial. Ela é sem dúvidas o maior nome da natação norte-americana hoje e uma das maiores do mundo (senão a maior). Inscrita nos 200, 400, 800 e 1500 livre, Ledecky é favorita absoluta em três provas e, quem sabe, pode ganhar quatro. Isso sem falar nos recordes mundiais e possíveis quebras de barreira históricas. Apenas assistam.

Katie+Ledecky+2014+Pan+Pacific+Championships+64t_WMa-4ztl

5- Grant Hackett de volta
Com uma bagagem de 18 medalhas de Mundiais e 7 olímpicas, aos 34 anos, um dos maiores fundistas de todos os tempos estará de volta em Kazan. Hackett foi convocado para os 4×200 livre australiano e mal podemos esperar por vê-lo competindo com atletas bem mais novos.

326690-f85c3546-db72-11e4-9e83-e6cb58d765cb

4- O 200 livre feminino 
Essa prova reunirá uma quantidade sem precedentes de estrelas: recordistas mundiais, medalhistas olímpicas, atletas que estão no auge da forma. É tanta gente boa que é difícil apontar uma favorita e com certeza teremos grandes nadadoras ficando fora do pódio. Pior, grandes nadadoras podem ficar de fora da final. É no dia 5 de agosto, quarta-feira, 12h horário de Brasília.

Federica Pellegrini of Italy (left) with Missy Franklin of US after the final of the Women's 200m Freestyle event during the Swimming competition held at the Aquatics Center during the London 2012 Olympic Games in London, England, 31 July 2012. ANSA/ETTORE FERRARI

3- O 50 costas de Etiene Medeiros 
Etiene não pára de quebrar barreiras na natação brasileira: primeira mulher a vencer um Mundial em piscina curta, primeira brasileira campeã pan-americana, primeira recordista mundial desde Maria Lenk. Chegou a hora de vir o primeiro pódio de uma brasileira em Mundial de longa. As chances são muito boas.

eti

 

2- Lendas em busca do tetra campeonato
Três atletas podem chegar ao tetracampeonato mundial em Kazan: Daniel Gyurta no 200 peito, Cesar Cielo no 50 livre e Ryan Lochte no 200 medley. As provas serão imperdíveis tanto pela possibilidade de ver a consagração dos três, quanto pela quantidade de gente boa querendo destroná-los.

Cesar+Cielo+Filho+Swimming+15th+FINA+World+rNJn8TzT1hYl

 

1- Porque é o Mundial
Talvez as notícias de atletas que não estarão em Kazan estejam dando uma impressão errada. Se Mireia, Magnussen, Phelps, Agnel, Alshammar e Hagino não estarão lá, por outro lado, teremos todos os demais. Cesar Cielo. Ryan Lochte. Cameron van der Burgh. Florent Manaudou. Chad Le Clos. Federica Pellegrini. Missy Franklin. Cate Campbell. Sarah Sjostrom. Sun Yang. Katie Ledecky. Todos eles e mais centenas de nadadores polidos e preparados para a competição mais importante do mundo depois das Olimpíadas e para a última chance de disputar com seus principais adversários antes do Rio. Alguns lutando por índices olímpicos, outros por medalha, outros nadando seu primeiro mundial. Sabe quantas vezes temos a chance de assistir isso? Por 3 semanas em 4 anos (Dois Mundiais de Longa e uma Olimpíada). Para quem ama natação e esporte, domingo às 11h30 começa um espetáculo que não dá para perder.

11811437_1016840765017106_8190395299921636880_n

 

Acompanhe a cobertura completa do Mundial no blog da Yes Swim, facebook, twitter e instagram

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »