4x100 medley masculino

KZN15: Eliminatórias – Dia 8

9 de agosto de 2015

Mundial Kazan 2015Nenhum comentário em KZN15: Eliminatórias – Dia 8

O último dia infelizmente chegou. Na etapa eliminatória de hoje, apenas quatro provas que vão para final direta. Nenhuma classificação brasileira para as finais. Mas tivemos uma classificação olímpica no revezamento masculino, o que é uma ótima notícia. Mais gente boa ficou de fora, reflexo talvez do cansaço que vem se acumulando ao longo da semana. O “segurar” já não implica em um tempo confortável o suficiente.

400 medley masculino

O dia de Chase Kalisz finalmente chegou. Classificou-se com o primeiro tempo e é o favorito hoje para a prova. David Verraszto vai em busca de sua primeira medalha em mundial de longa. Daiya Seto, o atual campeão mundial da prova, também está classificado, além do outro americano Tyler Clary, que não está tendo uma boa competição. Thiago Simon não nadou a prova, que teve 4’15”47 para entrar na final.

400 medley masculino

400 medley feminino

Katinka Hosszu vem em busca desse recorde mundial de Ye Shiwen, feito na Olimpíada de Londres. A chinesa inclusive competiu as eliminatórias, mas ficou de fora na 15ª posição. Por outro lado, a húngara está sobrando com 4’32”78, e vamos descobrir mais tarde se o cansaço bateu na porta dela. Sem adversárias, a briga das outra 7 finalistas será pela prata com Hannah Milley e Maya Dirado como principais concorrentes. Joanna Maranhão não foi muito bem e terminou na 19ª colocação com 4’44”40. Não gostou de como nadou a prova, em que não conseguiu encaixar o nado.

400 medley feminino

4×100 medley masculino

A melhor notícia para os brasileiros do dia foi a classificação olímpica desse revezamento, que terminou na 10ª posição com 3’34”73. Guilherme Guido (53”94), Felipe França (59”59), Arthur Mendes (52”86) e Marcelo Chierighini (48”34) tiveram parciais até que razoáveis, mas a eliminatória foi muito forte e por 7 décimos não passaram às finais. Uma briga muito boa será entre os EUA, Australia, Grã-Bretanha, França e Russia. Com uma leve vantagem para os americanos.

4x100 medley masculino

4×100 medley feminino

No feminino, o Brasil terminou na 14ª posição e já não teve parciais tão boas, principalmente no costas com Etiene já cansada para 1’01”25. Jhennyfer Conceição (1’09”25), Daynara de Paula (58”54) e Larissa Martins (54”17) não fugiram muito do que o esperado a se fazer, somando 4’03”24. Quem também ficaram de fora, foram as atuais medalhista da prova, as russas que terminaram na 10ª colocação, poupando Yulia Efimova. Americanas, dinamarquesas e australianas são as favoritas da prova.

4x100 medley feminino

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »