Os melhores momentos do segundo dia em Kazan

3 de agosto de 2015

Mundial Kazan 20151 comentário em Os melhores momentos do segundo dia em Kazan

6- A nova ondulação de Lochte

Ainda é cedo pra falar, mas parece que realmente a mudança vai ser benéfica para o americano. Até porque, ele não teria mudado se não fosse… Lochte foi agressivo na semifinal dos 200 livre, lá na raia 1 e abusou da ondulação na saída e três viradas da prova. Vai para a final com o melhor tempo e vai bastante interessante ver os fundistas James Guy, Sun Yang e o velocista Cameron McEvoy tentando buscar o americano a cada virada.

In a picture taken with an underwater camera Ryan Lochte of the US competes in the men's 200m freestyle heats swimming event at the London 2012 Olympic Games on July 29, 2012 in London.  AFP PHOTO / FRANCOIS XAVIER MARITFRANCOIS XAVIER MARIT/AFP/GettyImages ORG XMIT: 148073151

5- O final de prova de Peaty

Para conseguir vencer os fundamentos sempre perfeitos do sul-africano Cameron van der Burgh só mesmo com um final de prova diferenciado. E quanto a isso, Adam Peaty não deixa a desejar. Veio buscando a distância de um corpo imposta pelo sul-africano, voltando com 31”32, após passar para 27”20. Não é sua melhor volta, mas o suficiente para conquistar seu primeiro ouro em campeonatos mundiais.

Adam+Peaty+Swimming+16th+FINA+World+Championships+QLfhTHaMq6Cl

4- Katie Ledecky batendo recorde mundial sem querer

Na foto já dizia, e na entrevista feita após a prova, a americana confirmou. Ela não esperava bater o recorde mundial. “Isso prova o quanto estou bem preparada na competição. Agora é manter essa tranquilidade e descontração para o restante das provas”. Talvez referindo-se a má divisão de prova da final dos 400, que lhe comprometeu o recorde mundial. Hoje nos 1500, esse recorde veio mesmo que sem intenção com 15’27”77. E desde que Ledecky esteja nesse espírito, o recorde da final de amanhã é certo.

katie ledecky wr kazan 2015 1500 recorde mundial

3- Nicholas ganhando sua primeira medalha em piscina longa

Nicholas já vinha em busca dessa medalha em piscina longa desde a edição de Roma 2009, quando terminou na quinta colocação. Chegou a ser campeão do mundo em piscina curta em 2012 e vice-campeão em 2014. Hoje, conquistou a primeira medalha brasileira da natação em Kazan e sua primeira medalha em piscina longa da carreira. Seu tempo para a medalha não foi seu melhor do ano, mas sabemos que o que interessa em uma final é a medalha.

Nicholas Santos. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 03 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Nicholas Santos. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 03 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

2- Sarah Sjostrom batendo recorde mundial de propósito

A sueca nadou forte na semifinal. Tratando-se de uma final, mesmo como franca favorita, a coisa é outra. A pressão pela medalha e, no caso dela, pelo bicampeonato afetam diretamente a performance. Mas isso não aconteceu com ela hoje, pelo contrário. Sarah Sjostrom baixou ainda mais o recorde mundial, nadando pela segunda vez na casa dos 55 segundos.

Sarah+Sjostrom+Swimming+16th+FINA+World+Championships+2Rt_2G-R8f0l

1- Katinka também se emociona

Olha, eu desacreditei. Realmente achava que a húngara não iria melhorar seu tempo feito nas eliminatórias. Não só o fez, como bateu um dos recordes mais difíceis feitos na época do traje, os 2’06”15 de Ariana Kukors. Katinka Hosszu levou o recorde na unha com 2’06”12, o ouro levou com milhares de unhas, com mais de 2 segundos de vantagem. Pela primeira vez, vimos a Katinka se emocionar. Ela e seu rígido treinador-marido. Primeiro recorde mundial em piscina longa para a Iron Lady. Agora só falta a medalha olímpica.

Katinka+Hosszu+Swimming+16th+FINA+World+Championships+nQxRbW5lsLDl

Menção Honrosa: Ross Murdoch teve um final de prova ainda melhor que seu compatriota Peaty. Comemorou lindamente lá na raia 8, já que quase ficou de fora da final.

murdoch

Melhor do Brasil: Etiene Medeiros por pouco não conseguiu classificar-se para sua primeira final dos 100 costas. Não melhorou seu tempo do Pan, mas conseguiu nadar novamente na casa dos 59”, o que lhe dá cada vez mais confiança para as Olimpíadas ano que vem.

Etiene Medeiros. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 03 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Etiene Medeiros. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 03 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Pior do dia: A performance dos brasileiros, de modo geral, não vem refletindo o clima da equipe e os resultados feitos no Panamericano. Aqui a comparação não é com a quantidade de pódios em Toronto. Não somos leigas. Estamos falando dos tempos mesmo. Ou todos poliram para o Pan e não estão conseguindo render, ou o nível da competição tem abalado nossos nadadores.

Posts relacionados

Um comentário em "Os melhores momentos do segundo dia em Kazan"

  1. Pedro disse:

    Parabéns Bia!!
    Informações precisas e muito bem escritas.
    Sucesso!
    bjao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »