Previsão Yes Swim para Kazan: 200 PEITO

24 de julho de 2015

Previsão Yes SwimNenhum comentário em Previsão Yes Swim para Kazan: 200 PEITO

200 peito feminino

Brasileiras na prova: Jhennifer Conceição  

Melhor tempo em 2015: Kanako Watanabe – 2’20”90

Ausência sentida: –

Atenção: Quebra de recorde mundial júnior

O que esperar na final: Rikke Pedersen busca a revanche do Mundial de Barcelona: na ocasião, a dinamarquesa bateu o recorde mundial na semifinal (a marca dura até hoje) mas terminou em segundo na final. A algoz foi Yulia Efimova, russa que competirá em casa e tem chances de conquistar as três provas de peito. Depois do Mundial, Pedersen foi a única que voltou a nadar abaixo de 2’20, ano passado, na Eindhoven Cup. Mas Efimova não é a única russa com quem se preocupar: Maria Astashkina, de 16 anos, vem embalada depois de ótima performance nos Jogos Europeus, onde venceu todas as provas de peito e estabeleceu novo recorde mundial júnior no 200, com 2’23”06. A também jovem Kanako Watanabe, de 19 anos, é a líder do ranking mundial esse ano e junto com Rie Kaneto mostrará que a força do Japão na prova não é só do masculino. As norte-americanas vivem uma entresafra depois da aposentadoria de Rebecca Soni, e tem em Micah Lawrence a principal representante, buscando repetir seu pódio de dois anos atrás, quando foi bronze em Barcelona.

Previsão Yes Swim

200 peito feminino Mundial Kazan 2015

200 peito masculino

Brasileiras na prova: Thiago Simon e Felipe França

Melhor tempo em 2015: Yasuhiro Koseki – 2’07”77

Ausência sentida: Michael Jamieson, Kosuke Kitajima, Akihiro Yamaguchi, Ross Murdoch

Atenção: Possível Recorde Mundial

O que esperar na final: A evolução da prova de 200 peito é notória. Somente nos últimos 2 anos temos 24 nadadores abaixo de 2’10. A prova está tão forte que é capaz que nadar para 2’08”54, marca que há dois anos garantiu a prata no Mundial, não seja suficiente para entrar na final.

Yasuhiro Koseki tem o melhor tempo do ano e ganhou a forte seletiva japonesa, onde 3 nadadores nadaram abaixo de 2’10. O medalhista olímpico Ryo Tateishi conseguiu a segunda vaga japonesa, deixando de fora o recordista mundial Akihiro Yamaguchi. Aliás, os 2’07”01 feitos pelo japonês em 2012 podem cair – quem sabe não vemos o primeiro 2’06 da história. Daniel Gyurta tem todas as credenciais para fazer a marca, e é o cara a ser batido: desde 2008 ele não perde a prova em uma grande competição internacional: Mundial de 2009, 2011 e 2013, Olimpíadas 2012. Esse ano, sua melhor marca foi 2’08”58, quarto tempo do mundo.

Mas a tarefa do húngaro não será fácil: além dos japoneses, os britânicos tiveram uma seletiva muito forte, com Adam Peaty e Andrew Willis se classificando com o 2o e 5o melhor tempo do mundo e deixando de fora o medalhista olímpico Michael Jamieson e o campeão do Commonwealth Games Ross Murdoch. Destacamos ainda o norte-americano Kevin Cordes, que fez 2’07 ano passado e busca sua primeira medalha de Mundial, depois de uma participação decepcionante em 2013, quando não conseguiu se classificar para a final da prova. O alemão Marco Koch vem muito consistente na prova nos últimos e o atual vice campeão mundial; o jovem Ilya Khomenko vem em uma crescente de melhoras de tempo e competirá em casa. Uma coisa é certa: a prova será imperdível.

200 peito masculino Mundial Kazan 2015

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »