Screen Shot 2015-07-25 at 5.28.42 PM

Previsão Yes Swim para Kazan: 50 PEITO

26 de julho de 2015

Previsão Yes SwimNenhum comentário em Previsão Yes Swim para Kazan: 50 PEITO

50 peito feminino

Brasileiras na prova: Jhennifer Conceição

Melhor tempo em 2015: Ruta Meilutyte – 29”88

Ausência sentida:

Atenção: A outra revanche de Barcelona

O que esperar na final: Essa prova teve roteiro parecido com o 200 peito em Barcelona, com apenas uma personagem diferente: Ruta Meilutyte no lugar de Rikke Pedersen. Yulia Efimova bateu o recorde mundial nas eliminatórias, Ruta superou a marca na semifinal e, na final, foi superada por Efimova. O recorde (29”48) continua com a lituana, mas quem ficou com o ouro foi a russa. Esperamos a reedição da disputa esse ano, e é difícil prever quem leva: Ruta, a única a nadar para 29”esse ano e com uma saída espetacular, ou Efimova, nadando em casa e tentando defender seu título?

Jessica Hardy já tem uma medalha de cada cor na prova em Mundiais e subiu no pódio da prova todas as vezes que a disputou: prata em Montreal (2005), ouro em Melbourne (2007) e Shangai (2011) e bronze em Barcelona (2013). Alia Atkinson também vem bem, e já sabe o que é derrotar Ruta: venceu a nadadora no último Mundial de piscina curta, tornando-se a primeira negra campeã mundial da natação.

50 peito feminino

50 peito masculino

Brasileiras na prova: Felipe França e Felipe Lima

Melhor tempo em 2015: Adam Peaty – 26”88

Ausência sentida:

Atenção: a disputa entre os últimos 3 recordistas mundiais da prova e um possível WR

O que esperar na final: Os três últimos recordistas mundiais estarão disputando a prova: Adam Peaty, o detentor do recorde com 26”62, feitos no Europeu do ano passado; Cameron van der Burgh, atual campeão mundial e também o campeão olímpico do 100 peito; Felipe França, campeão mundial da prova em 2011. Os três já mostraram que estão bem esse ano. Peaty e Cameron tem os dois melhores tempos do ano e França tem o quarto – mas pela forma como nadou o 100 no Pan-Americano, dá para ver que ele está muito rápido. A disputa será definida nos detalhes e qualquer um pode levar.

Vale prestar atenção também em Andrea Toniato, italiano que fez 27”06 no Universíade, Christian Sprenger, vice na prova no último Mundial e atual vice campeão olímpico no 100 peito, e no brasileiro Felipe Lima. 

50 peito masculino

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »