TEMPO REAL: Kazan 2015 – Finais Dia 3

4 de agosto de 2015

Mundial Kazan 2015Nenhum comentário em TEMPO REAL: Kazan 2015 – Finais Dia 3

200 livre masculino

Recorde Mundial: Paul Biedermann (GER) – 1’42”00 (2009)
Recorde de Campeonato: Paul Biedermann (GER) – 1’42”00 (2009)

Que prova incrível!!! Como esperado, Ryan Lochte brincou de ondular e bastava os finalistas não se abalarem e buscarem a cada 50 metros o americano. O excesso de ondulação de Lochte pode ter prejudicado seu último 50. Ao contrário dos fundistas James Guy e Sun Yang que sobraram e bateram na frente em um final de prova espetacular. Ouro para o britânico com 1’45’14. O chinês não vai conseguir levar dos 200 aos 1500, mas terminou com a prata com 1’45”20. O final mais forte foi de Paul Biedermann, o recordista mundial, com 1’45”38. Fechou para 26”67, um segundo melhor que Lochte, que acabou de fora do pódio com 1’45”83.

100 costas feminino

Recorde Mundial: Gemma Spofforth (GBR) – 58”12 (2009)
Recorde de Campeonato: Gemma Spofforth (GBR) – 58”12 (2009)

Chegou o dia dela!! Após várias pratas e frustrações, a australiana Emily Seebohm nadou muito e chegou muito próxima ao recorde mundial, levando o ouro com 58”26. Em um ano que sofreu de lesões e chegou a ser dúvida na competição. Madison Wilson deu dobradinha para a Australia com 58”75, Mie Nielsen chegou a passar na frente abaixo do recorde mundial e terminou com o bronze em sua primeira medalha em Mundiais de Londa com 58”86. Missy Franklin, campeã olímpica e mundial ficou na quinta posição com 59”40.

50 peito masculino (semifinal)

Recorde Mundial: Cameron van der Burch (RSA) – 26”62 (2015)
Recorde de Campeonato: Cameron van der Burch (RSA) – 26”62 (2015)

Semifinal 1: Que isso!! Adam Peaty está começando a me fazer acreditar que é possível um ser humano nadar 50 peito para 25 segundos. Baixou simplesmente 2 décimos do recorde mundial para 26”42! Isso porque ainda não teve uma boa reação de saída. Recorde válido dessa vez! Muito bom também o tempo do americano Kevin Cordes com 26”76, terminando em segundo. Foram os únicos abaixo dos 27 segundos.

Semifinal 2: Cameron não conseguiu repetir o tempo da manhã e passou com o segundo tempo para a final com 26”74. Felipe França saiu muito bem e chegou na segunda posição com 26”87, seu segundo melhor tempo pessoal, com uma chegada meio arriscada e perigosa, deixando à interpretação do árbitro. Também abaixo de 27 segundos, o croata Damir Dugonjic passou na quinta posição com 26”92.

1500 livre feminino

Recorde Mundial: Katie Ledecky (USA) – 15’27”77 (2015)
Recorde de Campeonato: Katie Ledecky (USA) – 15’27”77 (2015)

Ledecky passou os 200 metros um corpo na frente. Não, não das adversárias. Da linha do recorde mundial mesmo… Nos 400, passou para 4’04”69. Tempo que é abaixo do recorde sul-americano e lhe daria a quinta posição na final do primeiro dia em Kazan. Lotte Friis e Lauren Boyle num ritmo bom até metade da prova estiveram nada lado, como missão na prova não levar 50 metros. Nos 800, Ledecky passou para 8’13”25, tempo que é um segundo abaixo do recorde olímpico que lhe deu o ouro em Londres. É impressionante a manutenção de ritmo da americana. Assim como nas eliminatórias, Ledecky manteve parciais que não oscilaram mais do que 3 décimos durante toda a prova. Resultado: destruiu o recorde mundial de ontem de manhã com 15’25”48. Lauren Boyle conquistou a prata, batendo recorde da Oceania com 15’40”14. Bronze para a húngara Boglarka Kapas com 15’47”09. A dinamarquesa Lotte Friis cansou muito e tomou os 50 metros indesejados, terminando na quarta posição.

100 costas masculino

Recorde Mundial: Aaron Peirsol (USA) – 51”94 (2009)
Recorde de Campeonato: Aaron Peirsol (USA) – 52”19 (2009)

Os primeiros 50 metros foram extremamente emparelhados. Greevers ainda teve um melhor submerso na volta. A briga permaneceu até o fim entre Mitchell Larkin, Matt Greevers e Camille Lacourt. O australiano levou a melhor na chegada, repetindo o ouro para o país da prova feminina, com 52”40. O francês ficou com a prata com 52”48 e o campeão olímpico terminou com o bronze com 52”66.

200 livre feminino (semifinal)

Recorde Mundial: Federica Pellegrini (ITA) – 1’52”98 (2009)
Recorde de Campeonato: Federica Pellegrini (ITA) – 1’52”98 (2009)

Semifinal 1: Nessa final, uma ficou cozinhando a outra até os 150 metros e em uma chegada disputada, quem levou foi a recordista mundial Federica Pellegrini com 1’56”23. Manuella Lyrio terminou na oitava posição com 1’59”28, cansando muito no final após passar com 57”7.

Semifinal 2: Katie Ledecky meia hora depois de seu recorde mundial nos 1500, passou beeem atrás nos 100 metros e teve uma recuperação incrível terminando na terceira colocação na série, inacreditável. Missy Franklin levou a série com 1’56”37. A russa Veronika Popova chegou em segundo com 1’56”56.

Para passar a final: 1’56”96 de Emma McKeon.

Todo mundo cozinhou na semi e amanhã o bicho vai pegar.

200 borboleta masculino (semifinal)

Recorde Mundial: Michael Phelps (USA) – 1’51”51 (2009)
Recorde de Campeonato: Michael Phelps (USA) – 1’51”51 (2009)

Semifinal 1: Chad Le Clos liderou a prova toda e deu uma segurada o suficiente para bater na frente com 1’54”50.

Semifinal 2: Leonardo de Deus não foi muito bem na prova, com 1’56”02, terminando na nona posição no geral. Laszlo Cseh nadou muito bem e vai dar trabalho para o campeão olímpico e mundial Le Clos. O tempo o húngaro foi 1’53”53.

100 peito feminino

Recorde Mundial: Ruta Meilutyte (LTU) – 1’04”35 (2013)
Recorde de Campeonato: Ruta Meilutyte (LTU) – 1’04”35 (2013)

Contra tudo e contra todos, Yes Swim acertou esse pódio. Nem a própria Yulia acreditava nessa vitória. Sim, fomos ousadas. Não, não temos argumentos sólidos para esse palpite. Mas o fato é que Ruta Meilutyte passou meio segundo na frente e viu a russa Yulia Efimova voltar fulminante fazendo 1’05”66. Ruta, na verdade, não teve uma prova boa, nadando dois segundos acima de sua melhor marca com 1’06”36. Alia Atkinson completou o pódio com 1’06”42. Nenhuma melhorou em relação à semifinal.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »