Italy's Federica Pellegrini celebrates after the final of the women's 200m freestyle swimming event at the 2015 FINA World Championships in Kazan on August 5, 2015. AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON        (Photo credit should read CHRISTOPHE SIMON/AFP/Getty Images)

O primeiro dia de Mundial de piscina curta

6 de dezembro de 2016

Mundial Windsor 2016Nenhum comentário em O primeiro dia de Mundial de piscina curta

Mundial de curta em ano olímpico é sempre uma competição diferente. É claro que, para todos os atletas, o objetivo do ano é a Olimpíada. 2016, na natação, sempre será lembrado primeiramente como o ano do Rio. Isso não significa que o Mundial não é também especial – seja para quem não esteve nas Olimpíadas, seja para quem esteve e não teve o desempenho que esperava, seja para quem teve, brilhou, e está pronto para mais um ciclo. E que bom que haja sempre novos palcos para novos (ou os mesmos) nadadores se superarem.

Esse primeiro dia de finais no Mundial de Windsor foi o palco para dois campeões olímpicos de 2008 que não tiveram no Rio a competição que esperavam. Tae Hwan Park, da Coréia do Sul, e Federica Pellegrini, da Itália, venceram hoje o 400 livre e o 200 livre, respectivamente – as mesmas provas em que se sagraram campeões olímpicos em Pequim. Oito anos depois, no Rio, Park não passou das eliminatórias e Federica ocupou a amarga quarta colocação, ficando fora do pódio meses depois de bater sua melhor marca da vida.

400 livre masculino

Hoje Park nadou o que tem de melhor: fez um 400 livre dobrando o parcial (1’47), virou em segundo até os 300 metros e atacou no final, vencendo com 3’34”59. Foi o primeiro ouro do sul-coreano em Mundiais de curta. Banido por doping durante o ciclo olímpico, ele quase ficou fora das Olimpíadas e chegou a implorar de joelhos para sua confederação – sim, de joelhos. A prata ficou com o russo Aleksandr Krasnykh, com 3’35”59, e o bronze com o húngaro Peter Bernek, com 3’37”65.

Clique aqui para ver o resultado do 400 livre masculino
Brasileiros na prova:
Lucas Kanieski – 3’45”38 – 20o colocado
Fernando Scheffer – 3’47”42 – 33o colocado

park

200 livre feminino

No embate entre a multi-provas Katinka Hosszu, a nova geração representada por Taylor Ruck (16 anos!) e a campeã olímpica da prova há oito anos, deu Federica Pellegrini. Esse era o único título que faltava para a italiana, que além do ouro em Pequim foi bicampeã mundial do 200 livre em Mundiais de piscina longa.

O roteiro foi o que já conhecemos: Katinka abriu forte e bem na frente, com parcial abaixo do recorde mundial. Federica virou 6 décimos atrás faltando apenas 50 metros. Mas ninguém sabe voltar como ela, e com 28”12 nos últimos 50, Federica conquistou o ouro com 1’51”73, deixando Katinka com a prata (29”24 no último parcial, 1’52”28). Taylor Ruck completou o pódio com 1’52”50 para delírio da torcida canadense.

Clique aqui para ver o resultado do 200 livre feminino
Brasileiras na prova:
Manuella Lyrio – 1’55”51 na final, 8o lugar, e 1’55”19 na eliminatória, 8o lugar
Larissa Oliveira – 1’56”15 – 13o lugar

f2450d9e5d226dc244f3d213f8aa67bd_169_l

200 borboleta masculino

Forte prova de Chad Le Clos, ficando a apenas 20 centésimos de seu próprio recorde mundial. Errando várias viradas, Le Clos passou na frente nos primeiros 100 metros mas foi ameaçado pelo americano Tom Shields. Parecia que não ia dar, mas os últimos 50 metros foram muito fortes – 27”19, pelo menos 1.4 segundos melhor do que todos os adversários – garantindo o ouro com 1’48”76. Foi seu terceiro título da prova em Mundiais de curta. Shields foi prata, com 1’49”50, e Daiya Seto terceiro, com 1’49”97.

Leo de Deus melhorou seu tempo da manhã e terminou em quinto lugar, com 1’52”65.

Brasileiros na prova:
Leo de Deus – 1’52”65 na final, 5o lugar, e 1’52”89 na eliminatória, 6o lugar

Clique aqui para ver o resultado do 200 borboleta masculino

5_mp3a1384-992x720

400 medley feminino

Goste dela ou não, é impossível não se impressionar com Katinka Hosszu. Hoje foram três provas: prata no 200 livre, classificação para a final do 100 costas com 5o tempo e ouro no 400 medley, prova em que é campeã e recordista mundial. Há 2 anos, no último Mundial de curta, Katinka nadou muito forte nas eliminatórias e foi surpreendida por Mireia Belmonte em uma prova fortíssima na final, batendo o recorde mundial.

Dessa vez, nenhuma adversária teve chance, e Katinka venceu com 4’21”67, colocando 6 segundos de distância para a segunda colocada, Ella Eastin, dos EUA (4’27”74). Inicialmente, a prata havia ficado com a vietnamita Anh Vien Nguyen, mas a nadadora foi desclassificada. Com isso, Ella subiu para segundo e a americana Madisyn Cox ficou em terceiro, com 4’27”78.

Brasileiros na prova: –

Clique aqui para ver o resultado completo do 400 medley feminino

200 medley masculino

Vitória do chinês medalhista da última Olimpíada Shun Wang, com 1’51”64. Philip Heinz ficou em segundo com 1’52”07 e Daiya Seto em terceiro novamente, com 1’52”89.

Brasileiros na prova:  Thiago Simon – 1’55”51 – 13o lugar

Clique aqui para ver o resultado do 200 medley masculino

SEMIFINAIS

50 peito feminino

Tempo para entrar na final: 30”22
Brasileiros na prova: –
Resultado completo

screen-shot-2016-12-06-at-10-12-07-pm

100 costas masculino

Tempo para entrar na final: 50”59
Brasileiros na prova: –
Resultado completo

screen-shot-2016-12-06-at-10-11-20-pm

100 peito masculino

Tempo para entrar na final: 57”65

Felipe França, atual campeão mundial da prova, passou para a final com o segundo tempo. Felipe Lima, que vem de bons resultados na Copa do Mundo, piorou um pouco na semie acabou ficando em 10o, fora da final.

Brasileiros na prova:
Felipe França – 56”99 na semifinal, 2o tempo e 57”68 na eliminatórias, 5o tempo
Felipe Lima – 57”71 na semifinal, 10o tempo, e 57”68 nas eliminatórias, 5o tempo
Resultado completo

screen-shot-2016-12-06-at-10-53-17-pm

100 costas feminino

Tempo para entrar na final: 57”07
Brasileiros na prova: –
Resultado completo

screen-shot-2016-12-06-at-11-12-20-pm

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »