Adam Peaty opina sobre o futuro da natação

27 de dezembro de 2018

Curiosidades, NotíciasNenhum comentário em Adam Peaty opina sobre o futuro da natação

Adam Peaty foi um dos principais nomes da natação esse ano. Baixou ainda mais o recorde mundial dos 100 peito, agora nadando para 57”10, e tornando-se detentor das 14 melhores marcas da história da prova.

Adam Peaty levou ouro nessa prova tanto no Commonwealth Games, quanto no Campeonato Europeu, onde bateu o recorde mundial. Essas foram as duas principais competições do ano para o nadador britânico. Não esteve no Mundial de curta, pois havia se comprometido com a Energy for Swim, competição organizada pela ISL, mas que foi cancelada, após ameaças da FINA de punição aos nadadores.

E foi justamente sobre esse controle da FINA que Adam Peaty falou em reportagem da Swimming World. Adam Peaty acha que a natação está bastante atrasada. É a favor da ISL (International Swimming League) e que o atual circuito de Copa do Mundo é uma vergonha. Criticou as premiações da FINA, que apesar de terem dobrado esse ano (provavelmente pra tirar a atenção dos nadadores da nova liga), para Peaty ainda não são suficientes para sustentar um nadador profissional.

O britânico ainda é favor de uma mudança drástica no calendário internacional: “Nos últimso 25 anos, tem sido basicamente a mesma coisa: você vai para o Commonwealth Games, você vai para o Campeonato Europeu, você vai para os Mundiais, você vai para as Olimpíadas, e é isso. E aí você tem também a Copa do Mundo. Acho que o esporte é muito mais que isso. Nadadores treinam muito duro para ter uma ou duas competições na temporada. Acho que quanto mais competições, mais o esporte irá crescer, e quanto mais dinheiro envolvido, mais crianças irão enxergar isso como uma carreira no futuro.”

Adam Peaty comparou com o futebol americano, que tem uma pre-temporada muito forte para ganho de condicionamento, com competições toda semana: “Quem consegue se recuperar melhor, quem consegue treinar melhor e quem consegue competir melhor? Tem muita ciência por trás disso. Acho que é bem mais empolgante do que esperar uma vez por ano para nadar seu melhor.”

Ele, Cate Campbell, Katinka Hosszu, Chad Le Clos, Michael Andrew e muitos outros, acreditam que a natação deve ser mudada. Por fim, Peaty critica mais uma vez a FINA e seu monopólio na natação: “Eu acho que ninguém deveria possuir o esporte. Acho isso errado e acho que é o que a FINA está tentando fazer agora. Quero mostrar às futuras gerações para não se deixarem assustar ou sofrer retaliação de alguém que de fazem de grandes, mas na verdade não são.”

Em uma reportagem na semana passada para o jornal britânico Independent. Adam Peaty desafia a FINA a puni-lo, caso participe de uma competição da ISL: “Eu amo muito meu esporte, mas a razão para as pessoas pararem de nadar por todo o mundo é porque não há investimento suficiente. Quero assegurar o futuro para as crianças que irão ganhar as Olimpíadas em 20 anos e espero que conseguindo se sustentar com isso.”

Alguns dos principais nadadores do mundo se reuniram em Londres semana passada para discutir planos para uma ISL no ano que vem e para estabelecer uma união de nadadores independente da FINA.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »