mulheres_maiôs

Federação Britânica apaga post que prioriza estética feminina

31 de outubro de 2018

NotíciasNenhum comentário em Federação Britânica apaga post que prioriza estética feminina

Ontem, uma britânica postou em seu Twitter indignada com um post da Federação Britânica de natação dando dicas das melhores opções de maiô para uma mulher usar.

Simone Webb estava procurando dicas para voltar a nadar e achou um artigo na internet que dizia “Os melhores maiôs para cada tipo de mulher”, no site da Federação.

A indignação foi que os conselhos não eram baseados em conforto ou desempenho, mas sim em estética. Dicas, como:

“O formato de pêra por muito tempo foi uma praga para as mulheres, mas não precisa mais ser. Nesse caso, tente usar um top mais atraente e uma cor escura na parte de baixo. Esse tipo de maiô vai chamar a atenção para suas melhores características”

ou:

“Em geral, você vai querer um maiô em cores mais escuras se for ‘plus size’, já que essas cores irão minimizar o efeito”

“Este material que a @Swim_England está publicando em seu site criado para encorajar as pessoas a curtirem a natação um material que explicitamente fala para a mulher que seus corpos devem parecer de certo jeito e que esse é o primeiro objetivo de uma vestimenta de natação”

O site hoje pediu desculpas pelo post que foi publicado em 2010 e disse que o tirou imediatamente do ar:

“Nós nos orgulhamos por sermos inclusivos e respeitosos com todos. Hoje, mais cedo, foi trazido para nossa atenção que um de nossos posts antigos não atendiam nenhum desses critérios. Isso não reflete nossos valores e nós deletamos imediatamente. Obrigado a todos que nos informaram sobre isso. #Desculpa

Apesar do post não ser tão antigo, tratando-se de “mudança de valores”, de fato percebemos uma evolução acentuada em relação às causas feministas, ano após ano.

Muito bem escrito por Renata Mendonça, em seu blog na UOL:

“Nota-se que não há, nem nunca houve, no site da Federação Inglesa de Natação, um artigo sobre quais sungas os homens deveriam usar para esconderem seus quilinhos a mais. Porque essa não é uma preocupação deles, é nossa. Não é nossa por opção, mas por imposição que tivemos que aceitar desde muito cedo. E, infelizmente, hoje em dia são raras as mulheres que se olham no espelho e se sentem satisfeitas e felizes com tudo o que veem nele. A pressão pela “perfeição” é imensa.

Que bom que a Federação Inglesa entendeu o recado. É como diz aquela velha e reformulada frase: Como fazer para ter um corpo de praia? 1. Tenha um corpo. 2. Vá à praia.”

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »