Motivos para acompanhar o GP de Minneapolis

10 de novembro de 2015

NotíciasNenhum comentário em Motivos para acompanhar o GP de Minneapolis

Começa no dia 12 e vai até dia 14 de novembro o GP de Minneapolis, nos Estados Unidos, com cobertura completa da Yes Swim. A competição será disputada em piscina longa e terá presença de grandes atletas da natação americana e mundial, com presença confirmada de nomes como Michael Phelps, Katie Ledecky e Bruno Fratus.

Phelps está inscrito em 6 provas individuais, como nos velhos tempos. Ele está balizado no 100 e 200 livre, 100 e 200 borboleta, 100 costas e 200 medley. Não dá para saber se ele vai seguir o programa todo ou acabar saindo de alguma das provas. Será a primeira competição de Phelps desde o Campeonato Americano, quando fez o melhor tempo do mundo no 100, 200 borbo e 200 medley.

Infelizmente não será dessa vez que veremos novamente Phelps x Lochte no 200 medley: Lochte está inscrito apenas no 100 borboleta, 100 e 200 costas, 100, 200 e 400 livre. No 200, Lochte tem o primeiro tempo, seguido do brasileiro João de Lucca. 

Nathan Adrian não está no balizamento, mas de acordo com a SwimSwam, ele estará na competição. Ele só não aparece na lista de inscritos porque se inscreveu tarde. Adrian abriu mão das últimas etapas da Copa do Mundo, em Doha e Dubai, para nadar o GP, e prevemos um duelo interessante entre ele e Bruno Fratus no 50 livre, ambos medalhistas na prova no Mundial de Kazan. Quem também está inscrito na prova é George Bovell, que foi bronze no 50 livre no Mundial de Barcelona, e o brasileiro Marcelo Chierighini.

Estamos ansiosas também para ver o 200 livre feminino, que terá Katie Ledecky (atual campeã mundial), Missy Franklin (campeã mundial em 2013, 3a colocada este ano) e Allison Schmitt (atual campeã olímpica). Se o 200 livre promete ser a grande prova feminina no Rio-2016, a seletiva americana para a prova já deve ser um prenúncio. Entre tantas estrelas, quem fica com as duas vagas?

A presença brasileira na competição não está restrita aos atletas que treinam nos EUA: também teremos o time do SESI na piscina. Daynara de Paula, Etiene Medeiros, Jessica Cavalheiro, Bruna Primati e Giovanny Lima e Giovanna Diamante já estão em Minneapolis para a competição.

Também vai ser interessante ver todos os principais nadadores americanos competindo entre si, em um ano que o Mundial de Kazan conflitou com o Campeonato Americano. Nomes que brilharam no PAN, como Kelsi Worrell, Caitlin Leverenz e Katie Meili, vão competir com as nadadoras da seleção A dos EUA, que estiveram no Mundial mas tiveram desempenho pior que as atletas do PAN.

Os canadenses Santo Condorelli e Emily Overhault, a zimbabuana Kirsty Coventry e o britânico Dan Wallace são outros nadadores estrangeiros que também estarão presentes em Minneapolis.

Clique aqui para ver o balizamento

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »