Retrocesso?

28 de dezembro de 2012

Editoriais, NotíciasNenhum comentário em Retrocesso?

Já estamos em um novo ciclo. O objetivo é um só, Olimpíadas do Rio… aqui… em casa… Será mesmo? Assim como existe o mercado da bola no futebol, o mercado das águas está um caos, os clubes resolveram investir na base (agora??), ou simplesmente não tem recursos para investir. Se o objetivo é 2016, a iniciativa deveria ter sido feita já há algum tempo, mas de qualquer forma se a causa é realmente essa, é bastante compreensível.

A questão é que a demanda por clube agora está alta… e gente de nível, atletas olímpicos. Alguns sem lugares para treinar, outros sem entidades para representar, ou até os dois.

O Esporte Clube Pinheiros fez uma “limpa”, nada de atleta experiente na equipe mais, sai Gabriel Mangabeira, Fernando Silva, Walter Lessa, Tatiane Sakemi, Michelle Lenhardt, Carolina Mussi, Tatiana Lemos, talvez até Felipe França, entre tantos outros.

O Flamengo não quer mais saber de Sênior… Assim, entra na leva todo o Pro 16 (Cielo, Nicholas Santos, Leonardo de Deus, André Schultz, Henrique Barbosa) e Joanna Maranhão.

O Corinthians, apesar de manter toda a equipe que treina no clube, dispensou a grande estrela e medalhista olímpico Thiago Pereira…

Mas tudo bem, só procurar outro clube… que clube? Representar clube/entidade, a maioria exige que se mude e treine no local (não que isso seja algum ruim). Salário bom então, nem se fala, ninguém está pagando como antes. Para continuar nadando, os mais velhos têm que se mudar, adaptar a novos treinos, receber menos… Não existe incentivo além do amor ao esporte.

Talvez o grande problema seja que a maioria das pessoas não enxerga ser o início de um novo ciclo, mas sim o fim do anterior. Porque temos certeza de que entre 2015 e 2016, atletas já pré-classificados, ou com grandes chances de se classificarem para as Olimpíadas, serão tratados feito minas de ouro.

Se isso é o melhor para a natação nas Olimpíadas do Rio, saberemos em 4 anos…

 

Posts relacionados

0 comentários em "Retrocesso?"

  1. Carla disse:

    Que clube vai querer o PRO 16 (inteiro praticamente) sendo que eles não treinam na sede do clube que defendem? Acho difícil, não? :(

  2. Paulo Burgheri disse:

    Infelizmente vivemos no país do futebol. Os dirigentes dos clubes não são penalizados pelos rombos que deixam nos cofres dos clubes e visam somente o dinheiro dos patrocinadores, seja no futebol ou em esportes mais conhecidos pela massa (EX.: Basquete e Voley). A natação cresceu muito nos últimos anos mas acho que ainda não está dando o retorno fácil para os clubes.
    Os outros esportes são marginalizados pelos clubes. Ontem assisti uma matéria na ESPN falando que estarão derrubando o complexo esportivo existente ao lado do Maracanã para fazer estacionamento e, lá temos revelações olímpicas que já competiram na última olimpíada e, estes atletas ficarão sem local para treinar. Como chegar bem para disputar um olimpíada dentro de casa?
    Eu acho que todos os atletas estarão se matando, treinando em situações adversas, com pouco ou nenhum recurso. Estarão escrevendo o seu nome na história, seja ganhando, chegando em 3º ou 2º lugar mas, esforçando-se ao extremo para levar o nome do Brasil ao mundo, e depois, vem um engravatado entregar a medalha e fazer um discurso de “apoio” ao esporte. Enquanto isso, nossa seleção de Futebol pode até ganhar uma medalha de ouro, mas, pelo que tem de investimento e o que ganham de salário os jogadores, deveriam convencer muito mais.
    Parabéns a todos os atletas.

  3. Pergunta disse:

    Você fez essa colocação: “Para continuar nadando, os mais velhos têm que se mudar, adaptar a novos treinos, receber menos… Não existe incentivo além do amor ao esporte.”

    E eu pergunto: Qual o incentivo para os clubes pagarem os atletas além do amor ao esporte?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »