Sarah e Ledecky são os destaques do primeiro dia em Austin

16 de janeiro de 2016

NotíciasNenhum comentário em Sarah e Ledecky são os destaques do primeiro dia em Austin

O Grand Prix de Austin começou do único jeito que deveria, com resultados muito fortes. Com a quantidade de estrelas presentes, não poderia ser diferente.

Quando falamos que Katie Ledecky sozinha já seria motivo de acompanhar a competição, não foi exagero. Em sua primeira prova do dia, a fundista, que agora pode ser chamada também de velocista, terminou os 100 livre com a prata com 53”75. Esse tempo, por exemplo, tem totais condições de classifica-la para o 4×100 livre americano. A campeã da prova foi a sueca Sarah Sjostrom, que já está quase nadando para 52. Seu tempo nessa sexta-feira foi de 53”12.

Além do resultado das 8 finalistas abaixo, ainda teve Natalie Coughlin na final B fazendo 54”50.

Screen Shot 2016-01-15 at 10.27.40 PM

Na prova masculina, um bom duelo entre Nathan Adrian e o francês Jeremy Stravius que quase ultrapassou o americano no final. Nathan venceu com 48”91 e Stravius foi prata com 48”96. Bruno Fratus fez 50”04 e terminou em segundo na final B.

100 livre masculino gp austin

Nas provas de peito, vitória de Laura Sogar com 2’24”69 e Josh Prenot com 2’10”26. Aliás, bom destacar três nadadores para 2’10” já nessa fase do ano.

200 peito feminino

Screen Shot 2016-01-15 at 10.34.33 PM

200 peito masculino

Screen Shot 2016-01-15 at 10.34.43 PM

Sarah voltou pouco tempo depois para vencer também os 100 borboleta, essa ainda com mais facilidade, sobre a atual campeã olímpica Dana Vollmer, que voltou da aposentadoria recém-mãe. A sueca venceu simplesmente com 56”38. Dana ficou com a prata com 57”61, o que também não é nada mal.

100 borbo feminino gp austin

Assim como Chad Le Clos, já em sua primeira competição do ano, Phelps venceu abaixo dos 52 segundos nos 100 borboleta. Ryan Lochte também esteve na final A, terminando em 5º com 52”73.

100 borbo masculino gp austin

 

Katie Ledecky voltou para seu papel de meio-fundista para vencer os 400 livre com 3’59”54. Sim, 15 de janeiro e a americana já está nadando abaixo dos 4 minutos. Katinka Hosszu terminou em 8º com 4’12”77.

400 livre fem gp austin

Por falar nisso, a distância que Ledecky colocou na oitava colocada feminina é 3 segundos maior que a distância do vencedor da prova masculina sobre Ledecky. O que pode significar que para ela, há mais competitividade no masculino.

400 livre masc gp austin

Veja aqui os resultados completos

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »