TML13 – Resumo do primeiro dia

22 de abril de 2013

Mundial Barcelona 2013, Notícias, Resultados, Troféu Maria Lenk 2013Nenhum comentário em TML13 – Resumo do primeiro dia

Troféu Maria Lenk começou daquele jeito! E não tem como ser diferente… Dois índices individuais e alguns quase-índices. Primeira coisa que marcou na competição foi a ausência da voz e da pessoa do Magno. O novo locutor (que ainda não sei o nome) é bom, mas precisamos nos acostumar.

Outro fato interessante é a mudança das caras da competição. Muita gente nova, já é uma outra geração nadando o Maria Lenk.

200 livre Feminino

Novos nomes entrando no bolo do 2’00”/2’03”… Mas ainda nenhum sub 2 minutos, a não ser pela holandesa Femke Heemskerk, que venceu fácil com 1’58”14. Além das medalhistas já mencionadas, as jovens Leticia Odorici e Andressa Cholodovskis são nomes para ficar de olho, as duas terminaram a final empatadas com 2’03”76. Mas o revezamento 4×200 livre, após a atuação de hoje, ainda não convence para bater um recorde sulamericano, que já está para fazer 10 anos.

200 livre Masculino

João De Lucca pela manhã passou muito fraco nos 100 metros e ficou longe do índice. Como não podia nadar a final, por estar na competição como Observação, fez uma tentativa de índice ao final da competição. E aí foi quando veio a confusão. Bom, De Lucca passou forte da segunda vez, com 52”8 e fez 1’48”78. Ninguém vibrou na hora, silêncio no Maria Lenk. Após alguns segundos, o locutor anuncia o índice do nadador e parte do público comemora. Eu publiquei, inclusive, no facebook. Ao conversar com João, alguns minutos depois, ele desiludido diz que a CBDA errou, que não é índice. Ou seja, a apenas 3 décimos João De Lucca não se classificou para a prova individual. A CBDA não atualizou o índice e muitos se basearam no que estava na programação. Já Nicolas Nilo, já se garantiu logo pela manhã, passando bem forte também e fazendo 1’48”10. Primeiro brasileiro classificado para Barcelona. Mas o vencedor da prova foi Fernando Ernesto com 1’49”23. E foi o único na final abaixo do 1’50”. Destaque também para Luiz Altamir, que fez índice no Mundial Júnior, com 1’50”95.

100 costas feminino

Muito bom ver a evolução do costas feminino, mesmo sem Fabíola Molina. Fora o índice individual de Etiene Medeiros, que conseguiu acertar a volta de prova, foram mais duas meninas na casa 1’02”, duas jovens aliás: Natalia De Luccas,  garantida para o Mundial Junior com 1’02”81 (1’02”47 nas eliminatórias) e Isabela Vicente com 1’02”95.

100 costas masculino

Essa foi uma prova com grandes chances de índices para 3 atletas. Nenhum pegou. Quem chegou mais próximo foi Daniel Orzechowski nas eliminatórias com 54”64. Na final, Guilherme Guido venceu com 54”80, seguido por Leo de Deus com 54”98.  Os 3 que estavam mais cotados, os que chegaram mais próximo.

1500 livre feminino

Essa prova foi a mais impressionante e a melhor quase-surpresa do dia. Quase, porque Poliana Okimoto chegou MUITO próximo do recorde mais antigo brasileiro. Foram apenas 7 décimos que separaram Poliana Okimoto do recorde de Nayara Ribeiro de 2001: 16’32”85. O recorde é 16’32”18. Mais duas nadadoras para 16 completaram o pódio brasileiro: Bianca Avella com 16’53”22 e Ana Marcela Cunha com 16’56”34, que havia nadadado pela manhã.

4×50 livre masculino

O site da CBDA não mostra as parciais de cada atleta. O que consegui ver foi Marcelo Chierighini abrindo para 22”05, Bruno Fratus lançado para 21”76, Henrique Martins abrindo para 22”6, Nicholas Santos 21”9. O time do Pinheiros foi o campeão, mantendo a tradição de vencer esse revezamento, Minas em segundo e Unisanta em terceiro. O revezamento do GNU foi desclassificado.

4×50 livre feminino

Uma verdadeira chuva de 25”baixo. Gracielle Hermann abriu para índice para 25”20, mas como nadará a prova individual, abertura de revezamento não conta para classificar. Lançadas: Michelle Lenhardt, Carolina Bergamaschi, Roberta Albino, Lorrane Ferreira, Alessandra Marchioro, Daniele Paoli… todas estão muito rápidas e essa prova individual promete. Ainda tem Daynara de Paula que abriu o revezamento do Sesi pela manhã com 25”6.

No site da CBDA você pode conferir todos os resultados, tanto da Final A, como da B e eliminatórias.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »