TML13 – Resumo do quarto dia

25 de abril de 2013

Mundial Barcelona 2013, Notícias, Resultados, Troféu Maria Lenk 2013Nenhum comentário em TML13 – Resumo do quarto dia

Mais um dia bom no Parque Aquático. Foram mais 4 índices nesse 4º dia de competições, alguns quase-índices, e boas surpresas.

200 borboleta masculino – As finais de hoje já começaram bem com o índice de Leonardo de Deus e sua homenagem ao coach Carlão, que vai ser pai. Leo fez 1’56”85, com um final de prova muito forte. Kaio Márcio, ao contrário, cansou nos últimos 50 metros e perdeu o índice por muito pouco, fazendo 1’57”63, a 6 décimos e um pouco pior que a eliminatória. O terceiro colocado foi Luiz Azarias com bons 2’00”80.

200 borboleta feminino – Até os 150 metros eu jurava que ia rolar índice e recorde sulamericano para Joanna Maranhão. Mas os últimos 50 metros não seguiram o ritmo do começo e Joanna acabou com 2’10”27, a menos de 1 segundo do índice e do recorde (2’09”38 e 2’09”41). A segunda colocada, confirmando a ótima fase, foi Julia Gerotto com 2’15”61 e em terceiro, dividindo o pódio, a equatoriana Samantha Salinas para 2’16”10 e Yana Medeiros para 2’16”89.

100 peito masculino – Prova emocionante. João Luiz Jr e Felipe Lima não se distanciaram nem um décimo durante toda a prova. Passaram com 1 centésimo de diferença e João venceu Felipe com 2 centésimos na frente. Os dois garantidos em Barcelona com 1’00”21 e 1’00”23, respectivamente. O bronze ficou com Henrique Barbosa, fazendo 1’01”99. Além disso, essa prova teve 4 nadadores fazendo o índice para o Mundial Junior. O melhor deles foi Pedro Cardona na final A para 1’02”70.

100 peito feminino – Estou começando a ficar orgulhosa das meninas do peito. Parece que a mulherada acordou e não quer mais ser referência negativa da natação brasileira. Beatriz Travalon venceu com 1’09”32! Alguma brasileira já nadou abaixo de 1’10” sem trajes tecnológicos?? Se já nadou, foram pouquíssimas. Em segundo, Cecilia Zuppo, também com um ótimo resultado para 1’10”87. O bronze ficou para Juliana Marin com 1’11”35, piorando o tempo das eliminatórias, que lhe daria a prata.

50 costas masculino – Daniel piorou um pouquinho da manhã, Guilherme Guido melhorou um pouquinho. Daniel manteve-se abaixo do índice. Guido ficou a apenas 2 centésimos! Com 24”70, Daniel leva o ouro e se confirma em Barcelona. Guido com 24”83 terá mais uma chance em Curitiba mês que vem. O bronze ficou para Fabio Santi com uma boa melhora das eliminatórias, com 25”36.

50 costas feminino – A prova começou mal, com um erro no placar mostrando que Etiene Medeiros havia queimado por 79 centésimos, o que claramente não aconteceu. Mas a prova terminou muito bem, com Etiene batendo o recorde de campeonato para 27”88 e cada vez mais próxima do recorde sulamericano de Fabiola Molina de 27”70. A segunda colocada foi Natalia Diniz, mais uma vez batendo na trave dos 28 segundos, com 29”11. E o bronze vai para a revelação Natalia de Luccas com 29”21.

800 livre masculino – A prova pode ser descrita da seguinte maneira: os primeiros 400 metros foram todos de Marcos Ferrari, que passou abaixo dos 4 minutos. Os últimos 400 metros foram todos de Juan Pereyra, o vencedor da prova, que voltou abaixo dos 4 minutos. Juan levou mais essa e com passagem negativa, fazendo 7’59”47. Marcos ficou com a prata com 8’02”35. O bronze ficou para Luiz Rogério Arapiraca, que se manteve em terceiro do início ao fim, com 8’04”52.

Resultados completos das eliminatórias, finais A e B.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »