TML13 – Resumo do segundo dia

23 de abril de 2013

Mundial Barcelona 2013, Notícias, Resultados, Troféu Maria Lenk 2013Nenhum comentário em TML13 – Resumo do segundo dia

Vamos dizer que hoje esperava-se mais. 3 provas com chances reais de índice para Barcelona, mas nenhum saiu. Aliás, ninguém está nadando bem de tarde. Ninguém está melhorando os tempos nas finais, salvo algumas exceções. O que “salvou” o dia de hoje foi a galera mais nova que se classificou para o Mundial Júnior.

200 peito masculino – Tales Cerdeira e Henrique Barbosa, que estvam muito próximos ao índice, pioraram de tarde. Quem se aproveitou disso e melhorou muito foi Gabriel Fidelis e seu final de prova fulminante, fazendo 2’13”42 e ganhando na batida de mão. Henrique também com um bom final ficou com a prata: 2’13”48 e Tales acabou ficando com o bronze: 2’13”54. Destaque também para Arthur Pedroso que já havia feito o índice Junior nas eliminatórias com 2’18”90 e repetiu na final B com 2’19”79.

200 peito feminino – O peito feminino ainda está longe de se destacar mundialmente, mas o oitavo tempo da final de 2’38”42 até que mostra uma pequena evolução. Em 2007, 2’35” classificava para o Panamericano. Hoje, o segundo tempo brasileiro foi 2’33”99 de Juliana Marin. Acho que é o memlhor peito desde a proibição de trajes. A melhor brasileira foi Pamela Alencar, conquistando o bicampeonato com 2’32”99. A argentina Julia Sebastian foi a vencedora da prova com 2’31”79. Renata Paula Sander ficou com o bronze com 2’34”49.

100 borboleta masculino – Outra prova que esperava-se vários índices. Na final, não teve nenhum 52”. O melhor da final foi Thiago Pereira com 53”11, vencendo também na batida de mão. Na sequência chegaram: Arthur Mendes com 53”14 e  Kaio Márcio com 53”17.

100 borboleta feminino – A holandesa Inge Dekker levou a prova com 59”12. Daynara de Paula passou um pouco mais fraco de tarde, para ver se melhorava o final de prova, mas a tática não funcionou, piorando um pouco para 59”61. Daniele Paoli quase baixou o minuto, terminando em terceiro na prova e em segundo no pódio com 1’00”04. Bruna Rocha ficou com o bronze, com 1’00”41. Bom destacar o desempenho da jovem Giovana Diamante, que obteve o índice para o Mundial Junior com 1’01”78.

1500 livre masculino – Eu cheguei a acreditar que iria sair um índice de Luiz Rogério Arapiraca, pelos seus primeiros 500 metros. Mas depois a média subiu um pouco e a emoção da prova ficou na disputa dele com Juan Pereyra durante praticamente toda a prova. O argentino levou a melhor e venceu com 15’19”87 (e comprovou pra galera que votou que estariam errados). Arapiraca ficou em segundo com 15’22”95. O equatoriano Esteban Salgado chegou em terceiro com 15’25”85, Marcos Ferrari foi o segundo brasileiro com 15’27”00 e Lucas Kanieski o terceiro brasileiro com 15’31”05.

Veja aqui os resultados completos, tanto das eliminatórias, finais A e B.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »