Georgia swimmer Chase Kalisz during the NCAA Men's Swimming and Diving Championships at the Indiana University Natatorium in Indianapolis, Ind., on Friday, March 24, 2017. (Photo by Steven Colquitt)

O terceiro dia de seletiva americana

30 de junho de 2017

BlogNenhum comentário em O terceiro dia de seletiva americana

Mais um dia forte de competição em Indianapolis, com quatro nadadores fazendo o melhor tempo do mundo em suas provas. O dia ainda foi marcado por uma desclassificação tensa no 400 medley feminino.

Caeleb Dressel brilhou no 100 borboleta fazendo a melhor marca do mundo esse ano (50”87), seguido de Tim Phillips (51”30). Excelente prova de Dressel, que superou o campeão olímpico Joseph Schooling no NCAA e agora mostra que é forte na prova também em piscina longa. 2017+Phillips+66+National+Championships+World+C6uqSU8oUK2l

No feminino, Kelsi Worrell venceu com 57”38 e Sarah Gibson ficou com a segunda vaga por apenas 1 centésimo, nadando para 57”96. Será seu primeiro Mundial.
Screen Shot 2017-06-30 at 10.16.19 AM

Leah Smith, medalhista olímpica no 400 e 4×200 livre, surpreendeu ao vencer a prova de 400 medley. Ela assumiu a liderança desde o parcial de costas e fez a terceira melhor marca do mundo este ano, com 4’33”86, um tempo que a coloca como forte concorrente ao pódio da prova.

Ella Eastin chegou em segundo mas acabou desclassificada pela “regra Lochte” (fazer o submerso de costas na virada do crawl). Com isso, a veterana Elizabeth Beisel ficou com a segunda vaga da prova, com 4’38”55. Após a prova, Beisel deu entrevista dizendo que não tinha orgulho da forma como entrou no time, mas vai tentar ser uma liderança para a equipe no Mundial. Campeã mundial da prova em Shangai-2011, ela está na seleção americana há 11 anos – a primeira vez foi no Pan Pacific de 2006, quando tinha apenas 13 anos.

2017+Phillips+66+National+Championships+World+YPFvGWiA8F_l

Na prova masculina, grande prova de Chase Kalisz, vencendo com 4’06”99. O tempo é o melhor da temporada 2017 e um pouco acima do seu 4’06”75 feito ano passado ao conquistar a prata nas Olimpíadas do Rio. Ele disse que se sente como tivesse 16 anos e está muito confiante no seu treino (veja vídeo da entrevista abaixo):

Nas provas curtas, excelente 50 peito de Lily King, batendo o recorde americano da prova com 29”66, melhor tempo do mundo em 2017. Katie Meili foi segunda com 30”11 e aparece em segundo no ranking mundial. Na prova masculina, Kevin Cordes venceu com 26”88, recorde de campeonato e terceira marca da temporada (atrás apenas de Adam Peaty e do brasileiro João Gomes Junior).

No 50 costas masculino, Justin Ress superou os campeões olímpicos Ryan Murphy e Matt Greevers e venceu com 24”41, melhor marca da temporada. No feminino, recorde de campeonato para Hannah Stevens com 27”63, superando Kathleen Baker por 6 centésimos.

2017+Phillips+66+National+Championships+World+4NjQTblNvX4l

400 medley feminino 
1. Leah Smith, 4:33.86
2. Elizabeth Beisel, 4:38.55

400 medley masculino
1. Chase Kalisz, 4:06.99
2. Jay Litherland, 4:09.31

100 borboleta feminino
1. Kelsi Worrell, 57.38
2. Sarah Gibson, 57.96

100 borboleta masculino 
1. Caeleb Dressel, BSS, 50.87
2. Tim Phillips, 51.30

50 peito feminino
1. Lilly King, 29.66
2. Katie Meili, 30.11

50 peito masculino 
1. Kevin Cordes, UN, 26.88
2. Andrew Wilson, TXLA, 27.18

50 costas feminino
1. Hannah Stevens, 27.63
2. Kathleen Baker, 27.69

50 costas masculino
1. Justin Ress, 24.41
2. Ryan Murphy, 24.64

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »