Índice olímpico nada fácil para os franceses

19 de setembro de 2015

Rio 2016Nenhum comentário em Índice olímpico nada fácil para os franceses

A Federação Francesa divulgou essa semana os índices necessários para participação das Olimpíadas do Rio ano que vem. Olha não me lembro de já ter visto índices tão fortes estipulados por uma federação.

A seletiva ocorrerá em 29 de março a 3 de abril de 2016 no Campeonato Nacional em Montpellier.

O critério francês para convocação olímpica é muito mais simples que há 4 anos. Na época, era necessário que fizesse o índice nas eliminatórias, semifinais e finais. Agora, o índice deve ser feito na final para conquistar uma vaga, mas mais que isso é o tempo exigido para a classificação:

FEMININO
Prova Índice FINA Índice França Recorde Francês Tempo para final 2012
50 livre 25”28 24”57 24”58 24”71
100 livre 54”43 53”72 53”49 53”86
200 livre 1’58”96 1’56”78 1’54”66 1’57”57
400 livre 4’09”08 4’05”64 4’01”13 4’05”75
800 livre 8’33”97 8’24”47 8’18”80 8’27”15
100 borbo 58”74 57”67 56”89 57”79
200 borbo 2’09”33 2’06”62 2’05”09 2’07”37
100 costas 1’00”25 59”48 59”50 59”82
200 costas 2’10”60 2’08”44 2’06”64 2’08”76
100 peito 1’07”95 1’06”93 1’07”97 1’07”48
200 peito 2’26”94 2’23”78 2’25”19 2’24”46
200 medley 2’14”26 2’10”60 2’09”37 2’10”93
400 medley 4’43”46 4’35”40 4’37”55 4’36”09

 

MASCULINO
Prova Índice FINA Índice França Recorde Francês Tempo para final 2012
50 livre 22”27 21”82 20”94 21”88
100 livre 48”99 48”13 46”94 48”38
200 livre 1’47”97 1’46”06 1’43”14 1’46”80
400 livre 3’50”40 3’46”66 3’43”85 3’47”25
1500 livre 15’14”77 14’57”19 14’55”17 14’57”59
100 borbo 52”36 51”61 51”24 51”85
200 borbo 1’56”97 1’55”27 1’54”62 1’55”13
100 costas 54”36 53”29 52”11 53”74
200 costas 1’58”22 1’56”13 1’56”39 1’57”33
100 peito 1’00”57 59”84 58”64 59”78
200 peito 2’11”66 2’09”65 2’08”94 2’09”31
200 medley 2’00”28 1’58”09 1’57”58 1’58”49
400 medley 4’16”71 4’13”29 4’16”97 4’13”33

Mas, por outro lado, a Federação fez um plano B: o Diretor Técnico possui o direito de adicionar 6 homens e 6 mulheres para o time, desde que estes façam o índice A imposto pela FINA durante a seletiva.

Se a estratégia da Federação Francesa terá sucesso, só saberemos daqui um ano. Mas uma coisa é certa: os franceses que estiverem no Rio em 2016 estarão disputando medalha.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »