Brasileiros fizeram seu papel na terceira eliminatória

16 de julho de 2015

Toronto 2015Nenhum comentário em Brasileiros fizeram seu papel na terceira eliminatória

400 medley feminino 
Caitlin Leverenz superou o recorde panamericano nas eliminatórias, nadando para 4’37”74. A marca derrubada, de Joanne Malar (4’38”16), já durava 16 anos. Tivemos mais uma nadadora abaixo de 4’40 (Emily Overholt). Joanna Maranhão fez 4’45”28 e classificou com o quinto tempo para a final, seguida de Virginia Bardach, irmã de uma de suas adversárias históricas, Georgina Bardach. Gabrielle Roncatto fez 4’55”65.
Tempo para entrar na final A: 4’52”24

Screen Shot 2015-07-16 at 12.02.59 PM

Foto: Satiro Sodré/SSPress

400 medley masculino 
Norte-americanos se classificaram com primeiro e segundo tempo e tentam reagir depois de um início de competição ruim do país. Os dois brasileiros na prova entraram na final: Thiago Pereira com o 4o tempo (4’19”92), em busca do tricampeonato na prova, e Brandonn Almeida com o 5o (4’20”59), nadando sua primeira final de PAN.

Tempo para entrar na final A: 4’21”46

Screen Shot 2015-07-16 at 11.59.12 AM

Foto: Satiro Sodré/SSPress

100 borboleta feminino 
Kelsi Worrell fez uma eliminatória muito forte e o tempo mais expressivo da competição até aqui. Com 57”24, a norte-americana fez o terceiro melhor tempo do mundo este ano, atrás apenas de Sarah Sjostrom e Jeanette Ottensen. O Brasil teve 100% de aproveitamento na prova, com Daynara de Paula (58”70) e Daiene Dias (59”16) se classificando para a final em 4o e 5o. Mais uma entrevista interessante de Daynara depois da prova. Na terça-feira, ela falou sobre não ter se apavorado ao ver Natalie nadando do seu lado no revezamento: “se ela tem submerso, eu tenho também”. Hoje, falou que não esperava a americana nadando para 57”na primeira série, mas isso “torna a competição mais interessante”.

Tempo para entrar na final A: 1’00”85

Screen Shot 2015-07-16 at 11.54.02 AM

 

100 borboleta masculino 
O Brasil competiu apenas com um atleta, Arthur Mendes, que se classificou com a 7a posição. Thiago Pereira optou por sair da prova para focar no 400 medley. A final promete ser muito disputada, com apenas 73 centésimos separando os 8 classificados.
Tempo para entrar na final A: 52”89

Screen Shot 2015-07-16 at 12.04.56 PM
Revezamento 4×200 livre
Em uma prova com apenas seis países participantes, a única coisa que as meninas tinham que fazer era não desclassificar. Jessica Cavalheiro, para quebrar o gelo da competição, abriu forte para 2’00”’78 e agora pode ir mais tranquila a final certa de que está bem. Bruna Primati também fez seu papel, com parcial de 2’02”94. Gabrielle Roncatto e Larissa Martins apenas administraram com 2’08”58 e 2’07”57, respectivamente. Tempo total de 8’19”87. Na final, saem Bruna e Gabrielle e entram Manuella e Joanna. Grande expectativa para um sub-8 minutos das brasileiras.

As melhores classificadas foram as americanas, que somaram 8’05”52, seguidas das canadenses com 8’06”06. A melhor parcial da manhã foi da americana Gillyan Ryan, única abaixo dos 2 minutos, com 1’59”26.

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »