gabrielle roncatto toronto panamericano

Todos brasileiros classificados para final no último dia

18 de julho de 2015

Toronto 2015Nenhum comentário em Todos brasileiros classificados para final no último dia

800 livre feminino (série fraca)
Bruna Primati fez sua parte, vencendo a série fraca com o excelente tempo de 8’40”75, sua melhor marca pessoal. É um tempo que dificilmente subirá ao pódio, mas bem animador para a fundista. Cinco segundos distante, o segundo tempo ficou com a mexicana Monserrat Ortuño com 8’45”81.

200 medley feminino
Joanna Maranhão
está movida pela melhor competição de sua carreira e brigará pelo pódio hoje à noite. Seus 2’15”32 foram suficientes para entrar com o sexto tempo, mas deve nadar bem abaixo difícil daqui a pouco. Gabrielle Roncatto também classificou-se e nadará ao lado de Joanna na raia 8, após ter feito 2’17”67. O melhor tempo foi de Caitlin Leverenz com 2’11”04, novo recorde panamericano. Mas é seguida bem de perto pela canadense Sydney Pickrem, que terá a vantagem da torcida. Sem Emily Overholt nessa final, é bom ficarmos de olho da sempre perigosa Alia Atkinson, mesmo sem ser sua principal prova.

200 medley masculino
Prova com grandes chances de dobradinha, com Thiago Pereira e Henrique Rodrigues. Henrique está classificado com o melhor tempo, único abaixo dos 2 minutos. Thiago encontra-se com o quinto tempo, mas é favorito para conquistar o tricampeonato da prova. Acredito que os brasileiros não terão adversários, mas a presença de canadenses é sempre preocupante e teremos dois hoje.

1500 livre masculino (série fraca)
O melhor tempo da manhã foi do mexicano Ricardo Vargas com 15’27”23. Os dois brasileiros, Brandonn Pierry e Lucas Kanieski, nadarão na série mais forte na etapa final.

4×100 medley feminino
As americanas nadaram bem forte. Até estranho, talvez para intimidar as brasileiras, que estão com a confiança a mil. Natalie Coughlin abriu com o costas, fazendo fortíssimos 59”20, quarto melhor tempo do ano, batendo o recorde da prova, que pertencia a Etiene Medeiros de ontem.

Das brasileiras, nadaram só para se classificar. A briga pelo ouro será difícil para elas, mas devem fazer um belo duelo com as canadenses.

4×100 medley masculino
Brasileiros são favoritos, mas na verdade dependerá muito do desempenho do borboleta.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »