luca dotto

9 nadadores italianos garantidos para o Rio até o momento

23 de abril de 2016

ResultadosNenhum comentário em 9 nadadores italianos garantidos para o Rio até o momento

Outra competição que acabou hoje foi a primeira seletiva italiana, que aconteceu em Riccione nos últimos 5 dias. O critério de convocação da Itália inclui resultados feitos em Kazan, nesse Campeonato Italiano, no Campeonato Europeu que acontece em maio e no Sette Colli em junho.

Porém, não é convocado o melhor tempo das quatro competições, necessariamente. Considerando os resultados de Kazan, antes de mais nada, estão garantidos os que conquistaram medalha individual, nesse caso: Gregorio Paltrinieri, campeão dos 1500 e Federica Pellegrini, prata nos 200 livre.

Mesmo já garantidos, fizeram bonito na competição, não deixando dúvidas do motivo de serem as grandes estrelas italianas no Rio. Paltrinieri venceu os 1500 com 14’42”91 (tempo que ficaria em terceiro no ranking mundial, mas que o próprio fundista já fez melhor em 2016). Além de vencer o 200 livre (sua principal prova e em que detém o recorde mundial) com 1’55”30, quarto melhor tempo do ano, Pellegrini levou também os 100 livre com 53”78.

Assista aos 200 livre dominante de Federica:

O segundo critério que garantiu alguns atletas já para o Rio foi a vitória em qualquer prova olímpica em Riccione abaixo do índice A ou B estipulado pela federação italiana.

Nesse caso, mais 7 nomes garantidos:

Simone Sabbioni nos 100 costas masculino com 53”34 (novo recorde italiano)
Luca Dotto nos 100 livre com 48”40 e nos 50 livre com 21”91
– Dotto abriu o revezamento de sua equipe para 47”96, novo recorde italiano e segundo melhor tempo do ano
Matteo Rivolta nos 100 borboleta com 51”54
Federico Turrini nos 400 medley com 4’11”95 (terceiro melhor tempo do ano)
Gabriele Detti nos 400 livre com 3’43”97 (terceiro melhor tempo do ano)
Ilaria Bianchi nos 100 borboleta com 57”87
Martina Carraro nos 100 peito com 1’06”41 (novo recorde italiano e sexto melhor tempo do ano)

O terceiro critério não conseguiu adicionar mais ninguém ao time: qualquer segundo colocado que nadasse abaixo do índice A também se garantiria no Rio. O único que fez isso foi Gabriele Detti nos 1500, mas ele já estava classificado pelos 400 livre. Detti fez 14’46”48, terceiro melhor tempo do ano.

Sendo assim, além dos 1500 livre, todas as provas possuem pelo menos uma vaga ainda em aberto, que pode ser definida ainda no Europeu e depois as restantes em Sette Colli.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »