Atlanta e Charlotte, qual competição foi mais forte?

16 de maio de 2016

ResultadosNenhum comentário em Atlanta e Charlotte, qual competição foi mais forte?

Duas boas competições ocorreram nesse final de semana nos EUA simultaneamente, como informamos na semana passada. O GP de Charlotte e o Meeting em Atlanta tiveram excelentes resultados. A competição de Atlanta, de modo geral, foi ainda mais forte do que o Grand Prix, principalmente pelos resultados de Katie Ledecky.

katie ledecky atlanta

A americana venceu os 200 e os 400 livre, com tempos que ninguém nadou abaixo ainda em 2016, a não ser ela mesma: 1’54”82 e 4’00”31, esse último é o oitavo melhor tempo da história e o sétimo melhor tempo de sua carreira. Ela ainda nadou as provas de medley, sendo que nos 400 terminou em terceiro com 4’37”93 e nos 200 medley com, acabou na quinta posição com 2’15”20. Por sinal, excelentes tempos em ambas as provas para as vitoriosas Elizabeth Beisel com 4’33”55 e a jovem destaque do NCAA desse ano Ella Eastin com 2’10”54.

Nos 200 livre, a velocista Simone Manuel ficou com a prata com 1’57”90 e ainda venceu os 50 e os 100 livre com 54”11 e 25”21, respectivamente. Nessas duas últimas provas provas, o GP de Charlotte foi mais forte com destaque das canadeneses Chantal Van Landeghem e Penny Oleksiak, que venceram os 50 e os 100 livre, respectivamente com excelentes 24”43 e 53”41! Além disso, a americana Madison Kennedy com sua segunda posição de 24”53 tem boas chances de conseguir a vaga americana, se continuar nesse ritmo até a seletiva mês que vem.

Assista aos 100 livre de Charlotte:

Penny ainda ficou em segundo nos 100 borboleta com 58”25, em prova vencida pela campeã olímpica Dana Vollmer com 57”23. Dana, por sinal, fez 53”59 nas eliminatórias dos 100 livre (de olho nela pro revezamento 4×100 livre americano).

dana vollmer charlotte

Ainda sobre as mulheres no GP de Charlotte, tempo absurdo de Lilly King nos 100 peito, fazendo o segundo melhor tempo do ano com 1’05”73.

Voltando pra Atlanta, agora pra falar dos homens, o destaque foi Nathan Adrian, que venceu os 50 e 100 livre com 21”93 e 48”29. Em ambas as provas, Marcelo Chierighini ficou com a prata com 22”29 e 48”69, respectivamente. Muito bom o tempo de Marcelo nos 100 livre, considerando estar no começo da preparação para os Jogos. Nos 50 livre, ainda tivemos Bruno Fratus em terceiro com 22”53.

Outro destaque de Atlanta foi Ryan Murphy, que venceu as provas de costas. Os 100 costas com 53”08, sétimo melhor tempo do ano e os 200 costas com 1’55”82, quinto melhor tempo do ano.

Em Charlotte, o brasileiro presente foi João Delucca, que terminou em sexto os 200 livre com 1’49”54, em prova vencida por Conor Dwyer com 1’46”68.

Ryan Lochte, que estava inscrito em sete provas, saiu de três. Venceu os 200 e 400 medley com 1’58”97 e 4’16”92. Terminou em segundo nos 100 costas com 55”22 e em sexto nos 100 livre com 50”01. Os 100 livre foi vencido pelo canadense Santo Condorelli com 48”41. O segundo melhor tempo foi de Anthony Ervin, que venceu a final B com 49”30. Ervin ainda venceu os 50 livre com 21”98.

ryan lochte gp charlotte

 

Resultados completos do GP de Charlotte

Resultados completos de Atlanta Classic

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »