bruno fratus sette colli

Brasileiros sobem ao pódio 7x em Roma

25 de junho de 2017

ResultadosNenhum comentário em Brasileiros sobem ao pódio 7x em Roma

Durante esse fim de semana, tivemos mais uma edição anual do Sette Colli, no Foro Itálico de Roma, na mesma piscina onde foi disputado o marcante Mundial de 2009.

Bruno Fratus, que semana passada já havia levado três outros no Circuito Mare Nostrum, ganhou mais uma vez a prova dos 50 livre e acrescenta mais um 21 à sua imensa coleção. Seu tempo no Sette Colli foi de 21”86, seguido pelo britânico Ben Proud com 21”95 e pelo australiano Cameron McEvoy com 21”96. James Magnussen foi quem completou o time de nadadores abaixo de 22 segundos, com 21”98. Cesar Cielo terminou a prova em quinto com 22”20.

 

Bruno ainda levou a prata nos 100 livre, mostrando-se consistente abaixo dos 49 segundos, com 48”75, a frente do já campeão mundial James Magnussen com 48”77. O ouro ficou com o húngaro Dominik Kozma com 48”68. Marcelo Chierighini terminou em sexto com 49”00.

Gabriel Silva Santos e Cesar Cielo estiveram na Final B da prova, terminando em terceiro e quarto, respectivamente, com 49”34 e 49”36.

Quem também subiu ao pódio foi Etiene Medeiros, nos 50 costas, com 27”82, terminando com a prata atrás da australiana Holly Barratt que fez 27”57

Brandonn Pierry ficou com o bronze nos 400 medley com 4’15”30, sua melhor marca em temporada. Um dos melhores tempos da competição, e que lidera o ranking mundial de 2017, foi os 4’07”47 de David Verrazsto, que possui grandes chances de subir ao pódio no Mundial em casa nessa prova. O japonês Daiya Seto terminou com a prata na batida de mão, em uma bela disputa, com 4’07”99. segundo melhor tempo do ano no mundo.

Os dois disputaram também os 200 medley, dessa vez com vitória fácil do japonês com 1’57”54 contra 1’59”25, em prova que ainda teve o bronze brasileiro com Thiago Simon para 1’59”99.

Destaque para o que pode ter sido uma prévia do Mundial nos 400 livre masculino, com a presentação de Tae-Hwan Park, o anfitrião Gabrielle Detti e o atual campeão olímpico Mack Horton. O sul-coreano venceu a prova com 3’44”54, muito próximo de seu 3’44”38 feitos em Atlanta, que é quarto melhor tempo do mundo esse ano, enquanto o italiano ficou com a prata com 3’45”88 e o australiano terminou com o bronze para 3’47”58. Junto com Sun Yang, os três lideram o ranking mundial de 2017.

Adam Peaty nadou mais uma vez na casa dos 58 segundos, para 58”72, tempo que apesar de conseguirmos contar com os dedos da mão quem já nadou melhor na história da prova, ultimamente tem sido considerado um tempo médio para o britânico.

Ganhou também os 50 peito, com 26”61, em pódio que tivemos o brasileiro João Luiz Gomes Jr também abaixo dos 27 segundos: 26”95.

Nos 50 borboleta, Nicholas Santos terminou com a prata com 23”08, atrás do ucraniano Andriy Govorov, que fez 23”01 (paralelo a essa competição, no Campeonato Mineiro em BH, Henrique Martins bateu o recorde mineiro com 22”70, sua melhor marca pessoal e segundo melhor tempo do ano, atrás apenas de Nicholas. Será que teremos dobradinha?)

A competição ainda serviu para os nadadores conhecerem pessoalmente o Papa Francisco, no Vaticano:

 

It was that kind of day, thank you so much @federnuoto for the opportunity. #onceinrome

Uma publicação compartilhada por @brunofratus em

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »