Dois recordes nacionais batidos no quinto dia da seletiva japonesa

8 de abril de 2016

ResultadosNenhum comentário em Dois recordes nacionais batidos no quinto dia da seletiva japonesa

No quinto dia da seletiva japonesa, uma preocupação ocorre. Kosuke Kitajima terminou em quinto na final dos 200 peito. Apesar de ter nadado abaixo do índice dos 100 peito, o critério japonês exigia que o tempo tinha que ser feito na final, o que remete a não convocação de nenhum nadador nessa prova.

Sendo assim, Kitajima só vai à sua quinta Olimpíada, caso a federação volte atrás no critério, ou adicione um critério subjetivo. Por sinal, nessa prova teve um dos principais destaques do dia comYasuhiro Koseki vencendo com o segundo melhor tempo do ano: 2’08”14.

O melhor dos destaques – no masculino – talvez tenha sido o 200 borboleta de Daiya Seto, vencendo com 1’54”15, melhor tempo do ano, seguido de perto por Masato Sakai com 1’54”21, segundo melhor tempo do ano.

daiya seto seletiva japonesa 200 borbolera

Isso porque Daiya Seto tinha acabado de nadar a semifinal dos 200 medley para 1’59”16, classificando-se com o segundo tempo para a final. O melhor classificado foi Kosuke Hagino, o grande nome da competição até o momento, já classificado em duas provas, com 1’55”98, melhor tempo do ano disparado.

Rie Kaneto acabou com a terceira colocação na seletiva dos 100 peito, impossibilitando-a de nadar a prova no Rio. Contudo fez o melhor tempo nos 200 peito com 2’21”05. Ninguém nadou abaixo disso ainda em 2016, a não ser a própria japonesa que fez em fevereiro 2’20”04 (recorde nacional), quase quebrando a difícil barreira dos 2’20”, que apenas quatro nadadoras conseguiram na história (todas no último ciclo olímpico). Calma, que ainda estamos falando da semifinal. Kaneto, para se classificar, precisa chegar entre as duas primeiras amanhã abaixo de 2’23”21.

Falando em recorde nacional, Katsumi Nakamura bateu o recorde japonês nos 100 livre com 48”25. E não foi o único a nadar abaixo do antigo recorde. O segundo colocado, Shinri Shioura, nadou para 48”35. Porém, nenhum dos dois nadadores fez o índice estipulado pela federação de 48”16 (pela comemoração da foto abaixo, leva-se a crer que os japoneses estão classificados pelo revezamento)

seletiva japonesa

E o mesmo se repetiu na prova feminina. Miki Uchida venceu com novo recorde nacional: 53”88. O índice? 53”81. Rikako Ikee, que está classificada já para os 100 borboleta, foi a segunda colocada com 54”06.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »