Finais Pan Guadalajara 2011 – Dia 5

21 de outubro de 2011

Guadalajara 2011, ResultadosNenhum comentário em Finais Pan Guadalajara 2011 – Dia 5

O quinto dia de finais foi uma etapa que, na maioria das provas, não correspondeu às expectativas.

Nos 100 livre feminino, Tatiana Lemos não saiu muito bem, nadou atrás durante toda a prova, terminando na 7ª colocação com 56”36. Durante entrevista, afirmou que o barulho da torcida atrapalhou. Realmente, tiveram várias provas que o narrador da competição teve que mandar o público mexicano fazer silêncio. No pódio, dobradinha americana e a recordista sul-americana dos 50 livre Arlene Semeco, em terceiro. Destaque para a porto-riquenha Vanessa Garcia, com sua frequência suicida, passando na frente e acabando em quarto lugar.

Nos 200 medley masculino, uma das únicas provas que aconteceu o que estava previsto. Thiago Pereira campeão, liderou durante toda a prova, vecendo com 1’58”07.  Agora Thiago soma 10 medalhas de ouros em Panamericanos, igualando Hugo Hoyama do tênis de mesa. Em segundo, o americano Conor Dwyer, que também foi prata nos 400 medley, com 1’58”64. E em terceiro Henrique Rodrigues, com 2’03”41, um ótimo resultado para quem pegou a famosa “Vingança de Montezuma”.

O 800 livre feminino foi outra prova que atendeu as expectativas. Sem brasileiras na final, Kristel Kobrich venceu com certa tranquilidade com 8’34”71 a apenas 6 centésimos do recorde panamericano.

Nos 200 borboleta, Joanna Maranhão passou forte para 1’02” e terminou na quarta colocação com 2’13”00 a meio segundo do pódio. Vitória de Kim Vanderberg (que Joanna havia vencido nesta mesma prova no Finkel em BH), prata da também americana Lindsay De Paul, e o bronze para a mexicana Rita Medrano, para delírio do público. Tempos de 2’10”54, 2’12”34 e 2’12”43, respectivamente. Joanna machucou a mão na chegada dos 400 medley, e diz ter sentido muita dor durante a prova. Nem irá participar nos 200 costas.

E por fim, o revezamento 4×200 masculino. Os americanos foram soberanos do início ao fim, vencendo com muita facilidade. O Brasil disputou a prata com a Venezuela, que chegou a liderar boa parte da prova, até a queda de Thiago Pereira que desequilibrou e já passou o venezuelano nos primeiros 100m. No fim, EUA ouro com 7’15”07, Brasil (André Schultz, Nicolas Oliveira, Leonardo de Deus e Thiago Pereira) prata com 7’21”96 e Venezuela completando o pódio com 7’23”41.

O Brasil já tem 7 ouros, 6 pratas e 5 bronzes!

 

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »