Jogos Olímpicos – dia 2 – 4×100 livre masculino

29 de julho de 2012

Londres 2012, Resultados, VídeosNenhum comentário em Jogos Olímpicos – dia 2 – 4×100 livre masculino

Aaaah, o 4×100 livre… De todas as edições que me lembro assistir, não teve uma que não tenha sido emocionante.

Em 2000, a medalha brasileira. Em 2004, o domínio sul-africano. Em 2008, Jason Lezak.

E em 2012? A única coisa que me veio a cabeça no final da prova foi a revanche francesa. Em Pequim, a França era a grande favorita e foi surpreendida pelo ataque fulminante de Lezak nos últimos metros. Dessa vez, os Estados Unidos lideram 350, dos 400 metros disputados e Yannick Agnel que surpreendeu. O surpreendido (além de nós é claro) foi Ryan Lochte. Sim, ele nem deveria estar nessa final. Mas já que Phelps pode né? Por que eu não posso? Agora vimos o por quê.

Calma, já já falo da Austrália.

A França em nenhum momento estava na disputa pelo ouro. Amaury Leveaux abriu para os franceses para 48”13 em terceiro. Fabien Gilot, com 47”67 ainda conseguiu deixar em segundo. Clement Lefert, com 47”39 manteve a posição. Mas Yannick Agnel brilhou, com  incríveis 46”74, vingou seu país da derrota da edição passada. Total: 3’09”93.

Dos Estados Unidos, Nathan Adrian abriu muito forte na frente com 47”89. Phelps voou para 47”15. Cullen Jones manteve a liderança com 47”60 e Lochte fechou para 47”74. Total: 3’10”38.

Australia? Não.

A Russia com um ótimo conjunto, ficou com o bronze. Andrey Gretchin abriu um pouco pior que pela manhã, com 48”57 e entregou em 5º. Nikita Lobintsev teve uma ótima parcial de 47”39, mas só conseguiu recuperar 1 posição. Vladimir Morozov, com 47”85, manteve o 4º lugar. E Danila Izotov fechou em 3º com 47”60. Total: 3’11”41.

E aí que surgem os favoritos australianos. Nem pódio, nem nada. Mais um favorito que termina sem medalha. Tudo começou já com um desempenho ruim de James Magnussen. 48”03? Matt Targett fez o possível para manter a segunda colocação, mas ainda perdeu uma posição, com 47”83. Eamon Sullivan manteve com 47”68. E James Roberts (aquele com o segundo melhor tempo do ano) fechou para 48”09… Total: 4’11”63.

Melhor parcial abrindo: Nathan Adrian (47”89)
Melhor parcial lançada: Yannick Agnel (46”74)
 

Veja a prova, disponibilizada pela Swim It Up!:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »