Melhor tempo do ano para Mitchell Larkin, na Copa do Mundo

29 de outubro de 2015

ResultadosNenhum comentário em Melhor tempo do ano para Mitchell Larkin, na Copa do Mundo

Alguém avisa Emily Seebohm e Mitchell Larkin que estamos em baixa temporada? Que o Mundial já foi?

Os australianos, que dominaram as provas olímpicas de costas em Kazan (link pro post), fizeram hoje tempos muito próximos ou até melhores do que os que haviam levado o ouro no Mundial.

Emily Seebohm venceu os 100 costas com 58’’37. Esse tempo foi apenas 1 décimo acima do que ela havia feito em Kazan, necessário para o ouro. Ninguém nadou melhor que isso esse ano, muito pelo contrário. O domínio de Seebohm nessa prova em 2015 é tanta que os 5 primeiros tempos do ano pertencem a ela, sendo o tempo de hoje o segundo melhor. A segunda melhor nadadora de 2015 foi sua compatriota Madison Wilson com 58’’75, tempo para a prata em Kazan.

Mitchell Larkin não possui um domínio tão grande, mas hoje fez tempo melhor que seu ouro do Mundial, batendo o recorde oceânico da prova com 1’53’’34. Em Kazan, Larkin havia feito 1’53’’58, que já era o novo recorde. Com isso, ele fica na frente do ranking com mais de um segundo de vantagem sobre o segundo colocado, o polonês Radoslaw Kawecki com 1’54’’55. Em Tóquio, a prata ficou com o experiente Ryosuke Irie quase 3 segundos atrás, com 1’56’’00.

Não para por aí. Fora as incríveis performances dos australianos, ainda tivemos um recorde mundial junior (agora sim) batido nos 50 borboleta feminino, pela japonesa Rikako Ikee com 26’’17, baixando 9 centésimos do antigo recorde. Rikako ainda venceu os 100 livre com 54’’14.

Coadjuvante nesse segundo dia da etapa da Copa do Mundo, mas nunca ignorada, Katinka Hosszu levou dois ouros: nos 400 livre com 4’08’’87 e nos 400 medley com 4’37’’26, para fechar a competição. Ainda levou a prata nos 100 costas atrás de Emily com 1’00’’01 e bronze nos 100 livre com 54’’39.

Ainda destaco o ouro de Cameron Van Der Burgh nos 100 peito com 59’’97 e mais uma medalha do jovem prodígio americano Michael Andrew, agora com o bronze nos 50 costas co 25’’30, atrás de David Plummer (campeão com 24’’58) e Mitchell Larkin (prata com 24’’62).

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »