katinka hosszu 2

No embalo do Mundial…

12 de agosto de 2015

ResultadosNenhum comentário em No embalo do Mundial…

Se a semana foi insana pra gente, imagina para quem competiu. Mas acredita que dois dias depois do fim do Mundial, já teve etapa de Copa do Mundo, ainda na Rússia?

A FINA, em uma tentativa de atrair mais atletas ao circuito de Copas do Mundo, passou a competição para piscina longa, e deixou a primeira etapa bem próxima do Mundial, tanto em tempo, quanto em distância: dois dias depois, em Moscow. Não deu muito certo, tiveram algumas provas que não completaram nem 8 finalistas.

E mais louca que a FINA, só Katinka Hosszu – e seu marido – que competiu QUASE todas as finais femininas em dois dias de competição. Das 16 provas possíveis, não nadou apenas as provas de peito e nem os 50 e 200 borbo (apesar de inscrita nas duas últimas).

A húngara venceu os 200 livre com 1’56”83, os 200 medley com 2’10”68, os 100 livre com 54”10, os 400 medley com 4’36”25; foi prata nos 100 costas com 59”46 (prova em que saiu da semi no Mundial, focando nos 200 medley); bronze nos 400 livre com 4’08”28; ficou em quarto nos 50 livre com 25”40 e nos 50 costas com 28”54. Em sexto nos 200 costas com 2’16”66. Em oitava nos 100 borboleta com 1’00”96 e nos 800 livre com 9’00”79.

Ou seja, 11 finais, 21 quedas n’água, 7 medalhas e, convenhamos, pouca qualidade (mas também, impossível seria).

Um dos melhores tempos da competição foi a vitória de Chad Le Clos nos 100 livre, vencendo com 48”16, tempo que quase lhe daria o pódio da prova em Kazan. Nos 100 borbo, justamente a prova que venceu em Kazan, na etapa de Moscow acabou com a prata com 51”45. O vencedor foi Tom Shields com 51”36. Aliás, três nadadores na casa dos 51 segundos.




chad le clos copa do mundo

Outros destaques foram Cameron van der Burgh, que venceu os 50 peito com 26”96 e os 100 peito com 59”27 (!); Katie Meili que não esteve em Kazan, mas nadou mais uma vez para 1’06”68 (e é bom ficarmos de olho nela, pois é a americana mais consistente na prova esse ano) e ainda venceu os 50 peito com 30”78; Camille Lacourt levou os 100 costas com 53”44 e ainda os 50 costas, prova em que foi campeão em Kazan, com 24”67; Emily Seebohm ganhou tanto os 50 costas com 27”90, como os 100 costas com 58”88 e ainda ficou com a prata nos 200 costas com 2’09”61; Daria Ustinova foi a vencedora dos 200 com bons 2’08”21; Jeanette Ottesen ganhou os 50 livre com 24”62 e os 50 borbo com 25”51; o campeão mundial Marco Koch levou mais um ouro nos 200 peito com 2’08”77 (forte afinal que teve três nadadores abaixo de 2’10”, confirmando o incrível nível que essa prova se encontra); Andrii Govorov levou os 50 borbo com 23”30; Camille Adams e Franziska Hentke, assim como semana passada, fizeram um belo duelo nos 200 borbo com a americana levando o ouro com 2’06”33 e a alemã com a prata com 2’06”51 (Franziska ainda possui o melhor tempo do ano na prova); o campeão panamericano Josh Schneider venceu os 50 livre com 21”80, melhor que o tempo do Pan e do Campeonato Americano semana passada. É seu terceiro 21 das últimas três semanas; a russa Vitalina Simonova venceu os 200 peito com 2’22”94, com esse tempo quase pegaria pódio no mundial.

Veja os resultados completos aqui.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »