O melhor do Australiano de curta

1 de dezembro de 2015

ResultadosNenhum comentário em O melhor do Australiano de curta

Esse ano quase não vimos competições em piscina curta. Aqui no Brasil passou batido, visando os Jogos Olímpicos. Mas nesse último mês, diversos países tiveram seus nacionais em piscina curta, um deles a Austrália nessa última semana.

E que competição.

Se os australianos estavam 6 anos sem bater nenhum recorde mundial, desde os 100 peito de Christian Sprenger em 2009, essa competição em Sydney serviu para começar a compensar essa abstinência. Dois recordes mundiais, diversos recordes do Commonwealth e incontáveis melhores marcas do ano.

Mitch Larkin fez história ao bater o recorde mundial dos 200 costas com incríveis 1’45”63, dois segundos a frente do segundo colocado. Mitchell ainda venceu os 50 costas com novo recorde da australiano: 22”91 e ameaçou o recorde mundial dos 100 costas com novo recorde da Comunidade Britânica com 49”04.

Cate Campbell no fim da competição surpreendeu batendo o recorde mundial dos 100 livre na final dos 200 livre. Não só bateu o recorde mundial, como tornou-se a primeira mulher da história a nadar 100 metros abaixo de 51 segundos. Cate já havia feito 51”38 na prova dos 100 livre, melhor tempo do ano até então, agora, seu tempo é de 50”91.

Cate também venceu os 50 livre com 23”64, igualando o melhor tempo do ano de Ranomi Kromowidjojo.

Emily Seebohm ficou por muito pouco de mais um recorde mundial para a Australia, chegando bem próximo ao tempo de Katinka Hosszu nos 200 costas, feito em Doha ano passado. Emily tornou-se a segunda mulher da história a nadar a prova abaixo dos 2 minutos, com 1’59”49, estabelecendo o novo recorde da Comunidade Britânica.

Emily ainda venceu os 100 costas com sua melhor marca pessoal e terceiro melhor tempo da história com 55”46. E venceu os 50 costas com 26”30.

emily seebohm

Bem longe do recorde mundial, mas ainda sim melhor tempo do ano, Cameron McEvoy venceu os 100 livre com 46”31. Mas seu melhor desempenho foi nos 200 livre com novo recorde da Comunidade Britânica: 1’40”80. Ainda venceu os 50 livre com novo recorde austaliano: 20”75. As duas últimas provas  também foram melhor tempo do ano.

Emma McKeon também bateu recorde da Comunidade Britânica nos 200 livre, chegando muito próxima ao histórico recorde de Federica Pellegrini, com 1’51”66.

Thomas Fraser-Holmes venceu os 400 medley com novo recorde da Comunidade Britânica e único abaixo dos 4 minutos no ano, com 3’57”91. Ainda levou os 400 livre com 3’37”63, também melhor marca de 2015.

Ainda fizeram o melhor tempo do ano: Elle Fullerton nos 400 medley com 4’28”72; ; Jessica Ashwood nos 400 livre com 3’59”23; Madeline Groves nos 100 borboleta com 55”93 e nos 200 borboleta com 2’03”08.

Confira aqui os resultados completos da competição.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »