melanie-margalis-

Os destaques do GP de Austin

16 de janeiro de 2017

ResultadosNenhum comentário em Os destaques do GP de Austin

Aconteceu entre sexta-feira e domingo o primeiro Grand Prix do ano, realizado em Austin. Tradicional competição dos EUA, a série de Grand Prix é composta por cinco competições. O próximo GP acontece em Indianapolis entre os dias 2 e 4 de março.

A maioria dos nadadores americanos que estiveram na seleção olímpica do Rio não estavam na competição – mas os poucos que estiveram e participaram do GP foram os destaques, juntamente com os japoneses que estiveram na competição. Há um ano, na edição de 2016 da competição, Katie Ledecky abriu a contagem dos recordes mundiais do ano, batendo sua própria marca no 800 livre.

Daiya Seto, que foi bronze no 400 medley no Rio, ganhou 4 provas em Austin: o 200 medley (1’58”77), 400 medley (4’13”80), 100 borboleta (52”67) e 200 borboleta (1’57”73). Ainda pelo Japão, Shinri Shioura venceu as duas provas de velocidade, com 22”44 no 50 livre e 49”16 no 100 livre.

Daiya-Seto-Pos-1-Japan-_6-720x500

Melanie Margalis, que competiu no 200 medley no Rio, ganhou a prova com 2’11”06. Além disso, Melanie também foi a melhor no 200 livre (1’58”78) e 200 peito (2’26”14), além de ficar em segundo no 100 peito (1’07”88).

Muito bom o 200 costas de Jacob Pebley, ganhando com 1’55”95.

Breeja Larson foi finalista olímpica do 100 peito em Londres-2012 mas acabou ficando fora da seleção em 2016. Ela venceu o 100 peito em Austin com 1’07”17 e foi prata no 200 peito com 2’27”37.

Já o campeão olímpico do 100 costas em 2012 Matt Greevers foi quarto colocado no 50 livre com 22”66 e ganhou o 100 costas com um bom tempo de 53”31. Essa foi sua primeira competição desde a seletiva olímpica, quando terminou em terceiro e não pode defender seu título no Rio.

Vale destacar ainda o medalhista olímpico Josh Prenot, que ganhou o 200 peito no GP com 2’11”15 e foi prata no 200 medley com 1’58”95.

Nas provas mais longas, Ashley Twichell venceu o 400 livre com 4’08”99 e o 800 livre com 8’30”19. O mesmo acontece no masculino, com o dinamarquês Anton Ipsen levando o 400 livre (3’49”59) e o 1500 livre (15’13”45).

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »